É a vez de Enzo na 'Trilha Fittipaldi'

Enzo Fittipaldi é o mais novo membro de um dos mais extensos e importantes clãs do esporte a motor em todo o mundo. Enquanto vê o irmão deslanchar, o jovem de 16 anos começa 2018 de forma arrebatadora por conta própria

Pedro Henrique Marum, do Rio de Janeiro

Aos 16 anos de idade, Enzo Fittipaldi começa a temporada com certa pressão sobre si. Pupilo da Ferrari, numa grande equipe das categorias-satélite - a Prema - e agora veterano em campeonatos de entrada para as principais séries internacionais de automobilismo europeu. O começo de Enzo no campeonato da F4 Italiana foi arrebatador: duas vitórias na rodada tripla de Adra - as primeiras da vida dele em monopostos - e a liderança. Na F4 Alemã, onde disputou somente uma etapa do ano passado e onde também é titular em 2018, andou forte e saiu da estreia com o segundo lugar. Com toda a expectativa de ser um jovem ferrarista e com o sobrenome que carrega, deu o salto de ser um novato nos monopostos para ser uma das referências de um grid.

Em entrevista concedida ao GRANDE PREMIUM, Enzo falou sobre o começo do ano e como é ser o piloto a ser batido numa temporada cheia de novatos, além de expectativas futuras e, claro, questões familiares.

Um ano atrás, já pela Prema, o mais jovem Fittipaldi das pistas teve a oportunidade de aprender na Itália. Novato, fez uma temporada regular e terminou na nona colocação do campeonato. Ainda que sem pódios ou vitórias, foi o segundo melhor estreante. Leonardo Lorandi, que vai voltar a dar as caras no texto em instantes, foi o único que marcou mais pontos. Se em 2017 tinha pilotos mais velhos capitaneando a Prema, a realidade mudou. Agora ele é o capitão do navio e considerado um dos maiores candidatos para o título.

Quer ler esta matéria na íntegra?