Lucas Di Grassi

Lucas Di Grassi é um piloto que gosta de usar as redes sociais, de tecnologia e de política. Assuntos que parecem distantes do automobilismo - mas não necessariamente. Por isso, falou com o GRANDE PREMIUM sobre todos, sempre ligando ao esporte a motor

Felipe Noronha, de São Paulo

Não é sempre que o jornalista vira parte de uma matéria. Ou que o entrevistado tenta explicar um assunto que o agrade usando o repórter como exemplo. Então, quando Lucas Di Grassi pediu para quem redige este texto tentar segurar um copo de isopor dentro dos boxes da Hero, na etapa de Curitiba da atual temporada da Stock Car, a reação, primeiro, foi de estranheza. A segunda, de tentar segurar o copo solto pelo piloto. A terceira, de entender o assunto "reação", de fato, pois era este o assunto em determinado momento da entrevista.

E era porque Di Grassi falava sobre carros autônomos, uma de suas paixões e, tal como os carros elétricos da Fórmula E - cuja  temporada quatro termina no próximo final de semana -, algo em que dedica seu tempo para ajudar no desenvolvimento.

A entrevista foi neste ritmo: assuntos que se ligavam pela forma entusiasmada com a qual o piloto falava sobre todos. Política, sociedade, privatização de Interlagos, redes sociais, novas tecnologia... E, claro, automobilismo. Stock Car, FE, sempre com ligações entre o fora da pista com o que ocorre dentro. Consequências - tal como a da brincadeira do copo, o qual, obviamente, o repórter não conseguiu pegar em nenhuma das tentativas. Reações.

Quer ler esta matéria na íntegra?