A dança das cadeiras no grid de 2017 da MotoGP

A temporada 2017 da MotoGP dará seu pontapé inicial neste final de semana. Com grandes expectativas, a dança das cadeiras entre as equipes causou grandes mudanças

Nathalia De Vivo, de São Paulo

 

A MotoGP está a poucos passos de dar o pontapé oficial para a temporada 2017. A primeira etapa do calendário acontece neste final de semana, no Catar, palco dos últimos testes da pré-temporada da categoria.

Mais uma vez, Marc Márquez entra no campeonato com a missão de defender um título mundial. O jovem espanhol de apenas 24 anos vem em busca de seu quarto caneco na categoria rainha do Mundial de Motovelocidade.

No entanto, alguns outros pontos merecem ser observados. Um deles é que, por questões de segurança, a partir deste ano as asas serão banidas. Assim, as equipes terão que pensar em alternativas aerodinâmicas para suas motos.

Mas não é apenas no regulamento que a categoria rainha do Mundial de Motovelocidade terá alterações, mesmo que mínimas. O grid para a temporada 2017 teve uma grande dança das cadeiras, com as equipes promovendo uma mudança geral.

A primeira é a entrada da KTM na MotoGP. Após intenso preparo e muito estudo, a equipe enfim vai debutar sua moto na categoria, com Bradley Smith e Pol Espargaró dividindo os boxes.

O plano do time de correr na categoria principal já vem de muito antes de 2017. Com resultados expressivos nas irmãs menores, a KTM chega envolta em grande expectativa.

 

Quer ler esta matéria na íntegra?