O mais jovem dos vencedores

Foi lá nos idos de 1950 que a Indy 500 viu um jovem destemido enfrentar os grandes e experientes para ficar com a vitória. O norte-americano Troy Ruttman conquistou as 500 Milhas de Indianápolis aos 22 anos e 80 dias

Evelyn Guimarães, de Curitiba

Assim como aconteceu nos primeiros anos da F1, a história das 500 Milhas de Indianápolis também começou a ser contada por homens experientes que desbravaram o desafiador circuito oval sem medo. E foi ainda nesta primeira fase que o icônico traçado da capital de Indiana testemunhou a vitória de Troy Ruttman — até hoje é o mais jovem vencedor da Indy 500.

Ruttman alcançou o feito com apenas 22 anos e 80 dias na edição de 1952, depois de uma batalha no Brickyard. Ainda, considerando que a Indy 500 fazia parte do campeonato mundial da F1 na época, a marca permaneceu nas mãos de Ruttmann por 51 anos até que Fernando Alonso ganhou o GP da Hungria em 2003, aos 22 anos e 26 dias.

Competidor nato, Troy nasceu na pequena cidade de Mooreland, no estado de Oklahoma, e também inspirou o irmão Joe a correr, que preferiu seguir o caminho da Nascar. 

A carreira de Ruttman começou bem cedo: aos 15 anos, ele venceu sua primeira corrida, em provas de 'roadster'. O piloto conquistou 19 das 21 provas daquela temporada. E, mais tarde, ainda foi campeão. E Troy passou por outras diversas competições do esporte a motor, desde provas na terra até carros de turismo, antes de se aventurar em Indianápolis. Tanto que a primeira Indy 500 aconteceu só aos 19 anos, em 1949.

Além das participações na tradicional corrida norte-americana, o rapaz também esteve em mais dois GPs na F1, França e Alemanha, na temporada de 1958. Mas pódio mesmo no Mundial foi um só: nas 500 Milhas que venceu em 1952.

Falando nelas, Troy largou apenas da sétima colocação, enquanto a pole-position ficou com Fred Agabashian. Mas o dono da posição de honra não conseguiu chegar ao fim da prova graças a um problema no motor turbo. A prova, na verdade, viu um comando forte do experiente Bill Vukovich, que liderou por 150 voltas. Ruttmann, por sua vez, tentava impor alguma resistência com um ritmo impressionantemente constante e acabou premiado quando restavam apenas nove voltas para o fim.

Vukovich sofreu com uma falha no sistema de direção de seu carro, o que o obrigou a parar na pista - ele deixou o carro fora dos limites do traçado para evitar qualquer incidente. Uma vez fora, Troy assumiu a ponta e conduziu firme até a bandeirada final, para beber o leite no caneco no Victory lane. Tudo isso com apenas 22 anos.

Troy Ruttman tinha apenas 22 anos quando venceu a Indy 500 em 1952
Getty Images

A edição de 1952 também ficou marcada como a terceira Indy 500 no calendário da F1. E a entrada da Ferrari deu grande prestígio, mas Alberto Ascari rodou durante a corrida e acabou somente em 31º. Também foi a única corrida que o italiano não venceu naquela temporada, quando conquistou seu primeiro título na F1.

Quanto à Ruttman, ele andou ainda em categorias de stock car nos Estados Unidos e esteve em sete etapas da Nascar entre os anos de 1962 e 1964. Troy morreu em 1997, em decorrência de um câncer de pulmão, aos 67 anos.