Um pioneiro

Eldon Rasmussen foi um pioneiro na Indy. Embora tenha se tornado famoso depois de um acidente assustador nas 500 Milhas de 1975, o canadense, hoje aos 78 anos, foi um dos primeiros a criar asas e inovou ao correr com próprio chassi

Evelyn Guimarães, de Indianápolis

Eldon Rasmussen é um dos nomes mais respeitados da história do automobilismo na América do Norte, embora tenha se tornado bastante conhecido por um dos mais assustadores acidentes das 99 edições já disputadas da Indy 500. Só que Eldon foi muito além disso.

Canadense, Rasmussen nasceu em 7 de julho de 1936 em Edmonton. Correu no campeonato que serviria como base da Indy a como conhecemos hoje — estreou em 1971 e depois ainda voltou para andar então entre 1973 e 1979. Nunca foi campeão e teve uma carreira sem grande brilhantismo como piloto. Na verdade, o competir ganhou fama mesmo como construtor. E foi um pioneiro.

E Rasmussen tem uma ligação profunda com a categoria do Speedway. Largou por três vezes nas 500 Milhas de Indianápolis, sempre na última fila do grid. Na primeira participação, o então rookie saiu da 32ª posição em 1975. Dois anos mais tarde, obteve a mesma colocação. E, em 1979, partiu de 33º. Sua melhor colocação foi um 13º na edição de 1977. 

Na edição de 1975, Bobby Unser conquistou sua segunda vitória nas 500 Milhas de Indianápolis
Getty Images

No Brickyard, Eldon ganhou as manchetes mesmo por um acidente com o futuro vencedor da Indy 500, Tom Sneva, em 1975. Durante a prova, Tom tentou a ultrapassagem sob Rasmussen e ambos acabaram batendo. Sneva foi jogado com violência contra o alambrado da curva 2 no que se converteu em um dos mais aterrorizantes acidentes da história da corrida — o carro ficou completamente destruído, quase como uma explosão. 

Por sorte, Tom nada sofreu e escapou milagrosamente, mas a natureza espetacular da batida fez com o lance fosse repetido diversas vezes na TV naquela época, o que tornou a cena uma das mais icônicas da corrida até hoje.

Ainda assim, Eldon continuou a carreira nas pistas, mas foi fora delas que mostrou sua genialidade, andando com chassi próprio. Foi ele também que projetou e construiu algumas das primeiras asas para os carros da Indy, além de diversas inovações e um trabalho respeitado com relação no aprimoramento dos escapamentos dos bólidos da série americana.

Por usas múltiplas contribuições, Rasmussen foi nomeado em 2011 para o Hall da Fama do automobilismo canadense.

Eldon Rasmussen ficou mais conhecido pelo assustador acidente na Indy 500 de 1975, mas ele foi também um pioneiro entre os construtores
Indianapolis Motor Speedway