Parando no auge

Nico Rosberg alcançou seu objetivo na F1. Continuar, pra quê? E pra muita gente, criticar seria até hipocrisia

Renan do Couto, de São Paulo

Nico Rosberg chocou o mundo do esporte a motor no final da manhã desta sexta-feira ao anunciar sua aposentadoria do Mundial de F1. Ele encerra sua carreira no auge, cinco dias depois de colocar seu nome na galeria dos campeões.

A decisão de encerrar a carreira não foi tomada nos últimos cinco dias, porém. Nico começou a pensar nisso após vencer o GP do Japão, em Suzuka. Dali em diante, poderia ser campeão chegando três vezes em segundo e uma em terceiro. A pressão que veio junto daquilo, o mês e meio que se sucedeu e, enfim, a conquista, corroboraram para a decisão. 

Quer ler esta matéria na íntegra?