As grandes cenas de 2018

No clima das tradicionais listas de fim de ano, o GRANDE PREMIUM coloca, no último dia de 2018, as 10 principais cenas da temporada do esporte a motor

Nathalia De Vivo, de São Paulo

A temporada do esporte a motor acabou e o que nos resta a fazer agora é olhar para trás e tentar relembrar tudo o que marcou 2018. Com um ano bastante movimentado dentro das pistas e fora delas, sobram imagens que marcaram o campeonato.

Tiveram fortes acidentes, mas também houve recuperações. Teve quem aproveitou bem a festa da firma, e quem conquistasse um título histórico. Ainda, houve tantas outras cenas que, infelizmente, não foram colocadas na pista.

Com tantos acontecimentos em um só ano, difícil escolher apenas os dez mais memoráveis. Entretanto, no texto abaixo, fizemos o melhor para elencar aqueles que mais se destacaram em 2018 - e não, necessariamente, na ordem de importância.

 

10 – O show de Kimi Räikkönen

Quem diria que Kimi Räikkönen seria um dos assuntos mais comentados – ainda mais depois que a temporada já havia terminado? O finlandês deu um verdadeiro show durante a festa de gala da FIA, onde bebeu algumas a mais e ficou extremamente animado, amigável e abraçador. É claro que os presentes não perdoaram e registraram o piloto de todos os ângulos possíveis. Esse sim sabe aproveitar a festa da firma!

 

9 – A longa jornada de Robert Wickens

Infelizmente a temporada de 2018 foi marcada pelo terrível acidente de Robert Wickens. Brilhando em sua estreia na Indy e mostrando grande desempenho, na etapa de Pocono acabou se envolvendo em um acidente com Ryan Hunter-Reay onde decolou, arrebentou a grande e caiu com violência no chão. Após meses, o piloto confirmou que está paraplégico.

Agora, em suas redes sociais, tem documentado todo seu processo de recuperação. Constantemente tem postado vídeos de suas reabilitações, onde faz exercícios tentando estimular os músculos da perna e fortalecer a parte superior de seu corpo.

 

8 – O assustador acidente de Sophia Flörsch

Sophia Flörsch protagonizou um dos acidentes mais feios dos últimos tempos. Durante o GP de Macau, a alemã chegou na curva Lisboa sem controle, subiu no carro de Sho Tsuboi e foi arremessada contra um muro onde estavam alguns fotógrafos. Além da pilota, dois fotógrafos e um fiscal de pista também se machucaram. Apesar do susto e do visual bastante feio do ocorrido, a jovem de 17 anos passou por uma cirurgia e já se recupera sem sequelas.

 

7 – A paçocada de Sebastian Vettel

O campeonato de 2018 foi longe de ser um mar de rosas para Sebastian Vettel. Mesmo com uma Ferrari superior, o alemão cometeu diversos erros e acabou vendo o pentacampeonato ir para as mãos de Lewis Hamilton, que mais uma vez mostrou grande desempenho.

Provavelmente o maior dos erros do tetracampeão na temporada foi o acidente no GP da Alemanha. Quando liderava com folga, acabou aquaplanando em uma parte molhada do circuito, foi parar na brita e acertou o muro de proteção. Depois daquilo, jogou pontos importantes fora e foi incapaz de brigar em igualdade com o piloto da Mercedes.

 

6 – O título de Ana Carrasco

Ana Carrasco entrou para a história do esporte a motor mundial com o feito que alcançou em 2018. Estreante do Mundial de Supersport 300, brigou de igual para igual com todos os homens e em uma última etapa bastante disputada, conquistou o título da categoria. Não só impressionante pela conquista, ainda tornou-se a primeira mulher a ser campeã no motociclismo, provando que não é necessário criar uma categoria exclusiva para que as pilotas se destaquem nas pistas.

 

 

5 – A mão boba de Romano Fenati

Caso fossemos eleger uma grande cena que marcou o Mundial de Motovelocidade em 2018, certamente a mão boba de Romano Fenati entra forte no páreo. Na etapa de Misano da Moto2, o italiano vinha disputando com Stefano Manzi até que, cansado das investidas agressivas do adversário, acabou acionando o freio dianteiro do #62, que apesar de ter conseguido se manter na pista, caiu pouco depois.

É claro que o ato condenável não saiu barato ao piloto. Na época, foi desclassificado da prova, posteriormente suspenso de duas corridas, viu seus contratos com Snipers e Forward serem encerrados e sua licença de piloto ser cassada. Entretanto, a Federação de Motociclismo da Itália reviu a punição e o piloto volta para as pistas em 2019.

 

4 – O bizarro acidente de Romain Grosjean

Romain Grosjean apresentou um começo de temporada bastante irregular e recheado de incidentes. Um grande exemplo de que o piloto não estava tão bem foi durante o GP do Azerbaijão em um período de safety-car. Quando aparecia na sexta colocação, acabou forçando na freada, rodou e bateu no muro, sendo obrigado a abandonar a prova. Na época, o incidente virou piada tanto por ter se acidentado sozinho quanto por ter culpado Marcus Ericsson pelo fato.

 

 

3 – O UFC entre Esteban Ocon e Max Verstappen

O GP do Brasil poderia não valer muita coisa para o campeonato, mas certamente reservou uma das melhores cenas do ano do esporte a motor. Tudo começou durante a corrida, Max Verstappen mostrava lindo desempenho e lidera a corrida. Mas tudo o que menos esperava era ser acertado por um retardatário, a inimizade de longa data Esteban Ocon. Os dois rodaram, o holandês caiu para segundo e perdeu a vitória.

Mas talvez o que mais chamou a atenção foi o que aconteceu depois da disputa. Quando estavam na pesagem, o titular da Red Bull foi tirar satisfações com o francês, o xingando e empurrando, precisando ser segurado. Claro que depois, tudo foi acertado com um aperto de mãos.

 

 

2 – O emocionante renascimento de Rubens Barrichello

Rubens Barrichello viveu uma montanha-russa de emoções no início do ano. No final de janeiro, foi ao hospital por conta de fortes dores de cabeça decorrentes de um princípio de AVC. Pelo ocorrido, chegou a ficar alguns dias internado nos Estados Unidos.

Entretanto, o problema de saúde não parou o piloto, que participou da etapa de abertura da Stock Car, a Corrida de Duplas, ao lado de Felipe Albuquerque. Com o português, conquistou o segundo lugar em Interlagos e, no pódio, deixou transbordar toda a emoção em forma de sorrisos e muitas lágrimas.

 

 

1 – A despedida de Fernando Alonso da F1

A temporada 2018 da F1 vai ficar bastante marcada na categoria. Afinal, após 18 anos e dois bicampeonatos, Fernando Alonso deu seu adeus. Após uma passagem bastante frutífera, vinha sofrendo nos últimos campeonatos com uma McLaren incapaz de brigar pela ponta e conquistar vitórias. Mas apesar da falta de competitividade, o espanhol afirmou que deixou a categoria por querer buscar novos desafios em sua carreira. E o até mais foi com estilo: fazendo zerinhos em Abu Dhabi, ao lado de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel.

Não é nenhum segredo que o #14 está na busca da conquista da Tríplice Coroa do automobilismo. Depois de já ter vencido em Mônaco e ter conquistado sua vitória em Le Mans, agora busca o triunfo nas 500 Milhas de Indianápolis, icônica prova que participar pela segunda vez em 2019.