Entre os maiores da história

Aos 32 anos, Dani Pedrosa colocou um ponto final em uma vitoriosa carreira neste domingo (18). Apesar de ter terminado sua passagem pelo Mundial de Motovelocidade longe da melhor forma, o #26 é ― literalmente ― uma lenda da MotoGP

Juliana Tesser, de São Paulo

Chegou ao fim uma das mais bem sucedidas carreiras do Mundial de Motovelocidade. Aos 32 anos, Dani Pedrosa decidiu que era hora de pendurar o capacete e fez neste domingo (18) sua derradeira carreira na MotoGP.

Nestes 18 anos em que esteve no paddock do Mundial, o piloto de Sadabell colecionou vitórias, pódios, poles e títulos e, ainda que tenha tido um fim de carreira apagado, sai de cena eternizado no olimpo do esporte. Afinal, Dani se tornou na última quinta-feira o 29º integrante da lista de Lendas da MotoGP.

Para lembrar essa longa trajetória no esporte, o GRANDE PREMIUM reuniu dez marcas da carreira de Pedrosa, que, mesmo sem o título da MotoGP, está entre os mais vitoriosos pilotos do certame.

 

Dani Pedrosa pode nunca ter conquistado o título, mas, com 31 triunfos, integra o top-10 de pilotos com mais vitórias na classe rainha. Em um ranking liderado Valentino Rossi e seus 89 triunfos, o #26 aparece atrás ainda de Giacomo Agostini (68), Mick Doohan (54), Jorge Lorenzo (47), Marc Márquez (44), Casey Stoner (38), Mike Hailwood (37) e Eddie Lawson (31). Com 25 vitórias, Kevin Schwantz é o décimo nesta lista.
 
 

Dono da pole-position em 31 oportunidades, Pedrosa aparece em sexto na lista de pilotos que mais vezes largaram na frente na divisão principal. Mick Doohan lidera esta relação com 58 poles, pouco à frente de Valentino Rossi (55). Marc Márquez (52), Jorge Lorenzo (43) e Casey Stoner (39) também aparecem à frente de Dani, que é seguido por Kevin Schwantz (29), Freddie Spencer (27), Max Biaggi (23) e Giacomo Agostini (21).


Na lista de pilotos com mais pódios, Pedrosa perde apenas para Valentino Rossi, que, até aqui, esteve 196 vezes no top-3, e Jorge Lorenzo, que soma 114 tops-3. Nas 217 corridas que disputou na MotoGP, Dani esteve no pódio em 112 oportunidades, o que representa 51,6% das vezes. Com 95 pódios, Mick Doohan aparece na sequência nesta relação, com Giacomo Agostini, Eddie Lawson, Marc Márquez, Casey Stoner, Wayne Rainey e Max Biaggi completando o top-10.

 

Pedrosa é, também, o piloto com mais pódios pela Honda. Contando as classes menores, o #26 conseguiu 153 top-3, 112 deles com a RC213V. Levando em conta só a divisão de elite, o segundo piloto que mais vezes esteve entre os três primeiros com um protótipo da asa dourada é Mick Doohan, com 95. Marc Márquez já é o terceiro nesta relação, com 77, seguido por Valentino Rossi (54), Wayne Gardner (52), Alex Crivillé (51), Freddie Spencer (31), Max Biaggi (30), Sete Gibernau (29) e Casey Stoner (27).

 


Pedrosa também aparece na parte de cima do ranking no que diz respeito aos pontos. Com 2970 tentos na MotoGP, Dani fica atrás apenas de Valentino Rossi, que já superou a barreira de 5 mil. Jorge Lorenzo vem na sequência (2871), seguido por Mick Doohan (2298), Andrea Dovizioso (2152), Alex Barros (2079), Marc Márquez (1855), Loris Capirossi (1840), Casey Stoner (1815) e Nicky Hayden (1698).

Em termos de performance em classificação, Pedrosa também aparece no topo da relação de pilotos que mais vezes estiveram na primeira fila: em quarto, com 99 top-3. Valentino Rossi lidera o ranking com 145 presenças na primeira fila, seguido por Jorge Lorenzo (124) e Mick Doohan (108). Marc Márquez aparece em quinto na lista, escoltado por Casey Stoner, Max Biaggi, Kevin Schwantz, Loris Capirossi e Wayne Rainey. 

 


A zona de pontuação é, também, uma velha conhecida de Pedrosa. Das 217 provas do espanhol na MotoGP, 189 delas foram dentro dos pontos, o que coloca o #26 atrás apenas de Valentino Rossi (293) e Alex Barros (195). Nicky Hayden, Loris Capirossi, Andrea Dovizioso, Jorge Lorenzo, Colin Edwards, Carlos Checa e Mick Doohan também integram o rol dos competidores que mais vezes pontuaram.

Ao longo dessas 217 corridas, Pedrosa também liderou em 64 oportunidades, atrás apenas de Valentino Rossi (139), Jorge Lorenzo (99), Mick Doohan (83) e Marc Márquez (65). O espanhol é seguido por Casey Stoner, Max Biaggi, Alex Barros, Andrea Dovizioso e Sete Gibernau.

 

 


Dani é, também, o quinto piloto que mais voltas liderou na MotoGP, com 763, aparecendo atrás apenas de Valentino Rossi (1619), Jorge Lorenzo (1451), Mick Doohan (1347) e Casey Stoner (1049). Marc Márquez (698) aparece em sexto, escoltado por Wayne Rainey, Max Biaggi, Sete Gibernau e Kenny Roberts Jr. 

 

Com 217 largadas, Dani Pedrosa empata com Loris Capirossi como o quarto piloto que mais vezes largou na classe rainha, atrás de Valentino Rossi (323), Alex Barros (245), Nicky Hayden (218).

 

Dani Pedrosa soma 54 vitórias, 153 pódios e três títulos no Mundial de Motovelocidade
(Foto: Repsol)