Louco para voltar

Fernando Alonso finge que não, mas suas declarações indicam que sim, ele que voltar à Fórmula 1. Aqui, 10 vezes em que ele não escondeu a saudade

Felipe Noronha, de São Paulo

Sejamos honestos: Fernando Alonso nunca afirmou que não havia chance de voltar à Fórmula 1. Nunca mesmo. A resposta é sempre "se houver chance de título...".

Ele está louco para voltar. Vai acontecer? Não dá para saber. Mas que o espanhol dá diversas declarações com indiretas... Isso ele dá, sim.

Aqui, 10 vezes em que esse foi o caso.

Saudades das fotos engraçadas?
McLaren

"Já se passaram muitos anos, e imagino que os motores são muito diferentes"

 

Comecemos pela mais recente. Depois da vitória de Max Verstappen no GP da Áustria, a primeira de um carro com motor Honda desde 2006, Alonso foi questionado sobre o triunfo da marca a qual criticou fortemente enquanto esteve na McLaren.

Disse o seguinte: “Não há comparação. Já se passaram muitos anos, e imagino que os motores são muito diferentes. Trabalhamos muito duro no passado e tivemos de superar muitas dificuldades e punições por muitas mudanças no motor. Agora, tomara que esta primeira vitória seja a primeira de muitas porque é bom para o esporte."

É bom amenizar o tom e começar um reconciliação... Vai que uma vaga na Red Bull pinta para 2020...

 

"Estive em contato com a Mercedes no passado"

 

Absolutamente ninguém havia divulgado tal situação, mas Alonso fez questão de revelar durante o último mês de junho que quando Nico Rosberg deixou a F1, após o título de 2016, negociou com a Mercedes. 

Não é vontade de se manter sempre como uma possibilidade na categoria? É como o famoso meme diria:

"Ninguém: a

Alonso: é, negociei com tal equipe, e com aquela, só volto à F1 com carro para ser campeão"

O futuro a... Alonso pertence?
McLaren

"No futuro, estou aberto a propostas interessantes"

 

Uma das táticas para se criar dúvidas com indiretas é não estabelecer datas. Sem um período certo para que um evento aconteça, é possível prolongar uma dúvida por muito tempo.

Parece ser a tática de Alonso nesta frase; no futuro? Qual futuro? Quando é este futuro? Pode ser 2020, pode ser 2021... 

 

"Tudo o que farei nesta segunda metade de temporada é preparação para 2020"

 

Certo, Alonso. Mas o que você fará nesse segundo semestre? Correrá em tudo que é categoria diferente para matar a vontade antes do retorno à F1? Negociará um novo contrato? Ou nada tem a ver com a categoria?

Novamente, é a tática de deixar aberto qualquer entendimento. Aqui, vamos com a ideia de que ele está querendo voltar - e logo.

Querendo voltar ao mundo do halo
McLaren

"Eu não estou interessado em projetos que começam do zero"

 

Alô equipes com projetos sólidos (Red Bull?): Alonso quer um carro pronto, para que ele não precise ajustar nada e simplesmente pilote.

 

"Talvez eu mude de idéia se Carlos (Sainz) vencer duas ou três corridas até o final da temporada"

 

Alonso falou essa no começo de abril. Desde então, a McLaren lidera a 'F1 B' e Sainz e Norris vem conquistando ótimos resultados. Coincidências? 

Alonso pode voltar (e Ocon, ali atrás, também!)
F1

"Não sinto muita falta no momento porque estou muito ocupado. Talvez se eu estivesse relaxando em casa, seria diferente"

 

Desde que disse essa frase (antes das corridas finais do WEC), Alonso já falou que não irá manter esse ritmo de corridas e treinos até o final do ano. Ou seja, terá tempo para relaxar em casa. E aí, "talvez seja diferente"...

 

"Eu tive grandes oportunidades fora da Fórmula 1 para fazer algo sem precedentes, então foi por isso que tomei a decisão"

 

Bem, o principal "algo sem precendentes" era vencer as 500 Milhas de Indianápolis. Alonso acabou 'bumpado'... Não é hora de voltar ao que faz de melhor?

De laranja ou de outra cor, vai saber...
McLaren

"Até, Fernando. Te vejo quando você voltar"

 

Licença para incluir uma declaração de outro piloto: Sebastian vettel soltou essa no vídeo de despedida a Alonso que a F1 produziu no final de 2018. Será que ele sabe de algo?

 

“Eu não fecho as portas cem por cento para nada no futuro"

 

Para bom entendedor, uma frase simples basta.