O Brasil pelo mundo

Atualmente, o país não conta com pilotos em categorias como F1 e MotoGP. Entretanto, ao redor do mundo, é possível encontrar diversos representantes brasileiros nas mais variadas categorias, como listado no GRANDE PREMIUM

Nathalia De Vivo, de São Paulo

Um dos assuntos mais recorrentes do esporte a motor brasileiro é como não temos representantes nas principais categorias do mundo. Com escassez na Fórmula 1, MotoGP e apenas um piloto na Indy – Tony Kanaan, muitos apontam como fica difícil acompanhar o esporte e não ter a quem torcer.

Entretanto, competidores tupiniquins é que não faltam nos certames ao redor do mundo. Além de grandes categorias como a Fórmula E, que conta com Felipe Massa e o já campeão Lucas Di Grassi, existem diversas competições ao redor do mundo que contam com pilotos do país.

Abaixo, nós do GRANDE PREMIUM listamos alguns dos competidores brasileiros que vão marcar presença em categorias sejam na Europa, sejam nos Estados Unidos ou até mesmo no continente asiático.

 

Enzo Fittipaldi na Fórmula 3

Enzo Fittipaldi dá mais um passo em direção à Fórmula 1 em 2020. O jovem piloto, que tem passagens pela F4 Italiana, onde foi campeão em 2018, e F3 Regional Europeia, vai fazer sua estreia na Fórmula 3, antigamente GP3, defendendo a HWA Racelab. Membro da Academia de Pilotos da Ferrari, vai ter Jack Doohan e Jake Hughes como companheiros de equipe.

 

 

Pedro Piquet na Fórmula 2

Pedro Piquet subiu mais um degrau para tentar concretizar o sonho de se tornar piloto de Fórmula 1. Bicampeão na F3 Brasil em 2014 e 2015, faz carreira internacional desde 2016. Em 2018, fez sua estreia na GP3, e no ano seguinte, seguiu na agora Fórmula 3, onde terminou em quinto na classificação. Então, nesta temporada, vai fazer a estreia na Fórmula 2 ao defender a Charouz e contar com Luis Deletráz como companheiro de time.

O brasiliense exaltou a oportunidade recebida para 2020 e disse crer que o novo regulamento da categoria de base deve nivelar as coisas do grid entre as equipes.

 

 

Felipe Drugovich na Fórmula 2

Felipe Drugovich foi outro piloto brasileiro confirmado na temporada 2020 da Fórmula 2. Após uma temporada única na Fórmula 3, onde encerrou a classificação em 16º, o piloto deu mais um passo e assinou com a MP para este ano. O jovem piloto acumula títulos na F3 Espanhola, Euroformula Open e MRF Challenge Formula 2000.

 

 

Caio Collet na Toyota Racing Series e F-Renault Eurocup

Caio Collet vai ter vida cheia na temporada 2020. O jovem piloto já confirmou que vai seguir na segunda temporada da carreira na F-Renault Eurocup, contando com o importante apoio da equipe francesa de Fórmula 1. Em 2019, subiu seis vezes ao pódio e terminou o ano na quinta colocação, conseguindo o título de estreante do ano.

Mas além disso, o brasileiro também vai participar da Toyota Racing Series. Principal categoria de fórmula da Nova Zelândia, vai correr pela MTEC Motorsport no certame que acontece entre os meses de janeiro e fevereiro.

 

 

Pietro Fittipaldi na Super Formula

Pietro Fittipaldi foi outro que já definiu o que vai fazer em 2020. Trocando a Europa e o DTM pelo Japão, o irmão mais velho de Enzo vai disputar a temporada da Super Formula pela BMax-Motorpark. O neto de Emerson também continua buscando seu lugar na Fórmula 1 e segue como piloto de testes da Haas.

Pietro tem passagens por diversas categorias do automobilismo mundial, como Indy, Mundial de Endurance, Fórmula 3 Europeia e agora também tem disputar a Fórmula 3 Asiática, onde aparece atualmente em 12º.

 

 

Dudu Barrichello na USF 2000

Eduardo Barrichello já está com o calendário certo para 2020. Seguindo sua trilha para alcançar a Indy, o filho de Rubens vai continuar por mais um ano na USF2000, categoria que faz parte do Road to Indy. Para esta temporada, Dudu, como é conhecido, assinou com a campeã Pabst, equipe que teve o vice-campeão Hunter McElra em 2019 e ficou com o título entre as equipes.

 

 

Matheus Leist no SportsCar

Matheus Leist vai alçar novos voos para a temporada de 2020. Após dois anos difíceis na Indy defendendo uma pouca competitiva Foyt, onde tirou mais do que o carro poderia entregar – em 2019, alcançou uma quarta colocação -, o piloto agora ruma para o SportsCar. Neste ano, assinou com a JDC-Miller para a categoria de corridas de longa duração e tendo Juan Piedrahita como companheiro. O brasileiro vai disputar as quatro etapas da Michelin Endurance Cup.

 

 

Felipe Fraga no International GT Challenge 

Felipe Fraga é um piloto que já estabeleceu de maneira bastante forte no Brasil e, por isso, vai buscar novos desafios na carreira. Após ser campeão da Stock Car em 2016, o piloto vai disputar a International GT Challenge pela equipe GruppeM, oficial da Mercedes. O tocantinense vai contar com o apoio dos experientes companheiros Raffaele Marciello e Maximilian Buhk nas cinco etapas do calendário.

 

 

Daniel Serra como piloto Ferrari

Daniel Serra tem contado com um calendário bastante recheado nos últimos tempos. Além de competir na Stock Car, onde conseguiu o tricampeonato consecutivo, também tem participado de corridas de longa duração e de turismo, vencendo duas vezes as 24 Horas de Le Mans, ganhando Petit Le Mans  e se tornando piloto oficial da Ferrari.

 

 

Felipe Nasr/Pipo Derani no SportsCar

Pipo Derani e Felipe Nasr encaram mais uma temporada do SportsCar como companheiros. Juntos desde 2019 pela Whelen Engineering Racing, quando terminaram o campeonato como vice-campeões, agora encaram a categoria com o português Filipe Albuquerque. A dupla já subiu cinco vezes ao pódio, sendo duas delas com vitórias e uma delas nas 24 Horas de Daytona, quando terminaram na segunda colocação.