Siga-nos

10+

Promessas do automobilismo de base em 2021

O 10+ da semana faz um ranking com as dez maiores promessas das principais categorias de base do automobilismo europeu. A lista passa por aqueles, todos sub-22, que parecem ter um futuro promissor saindo da F2, da F3 e da FRECA

A Fórmula 2 é líder de indicados na lista (Foto: Prema)

Assim como vem fazendo desde 2016, o GRANDE PREMIUM lista as dez maiores promessas das principais categorias de base do automobilismo europeu em 2021. O ranking com os dez nomes de maior destaque passa por F2, F3 e FRECA, que já são estágios mais próximos da F1.

Além da restrição do top-10 apenas às três principais categorias europeias de base, há também um limite de idade: 22 anos, afinal, o texto é sobre promessas e não simplesmente destaques nas categorias de preparação para a F1.

A lista conta com nada menos que cinco nomes da F2, que ainda não conhece o campeão de 2021. A F3 tem três pilotos, em um campeonato que teve nível bem interessante. A FRECA, primeiro degrau da escadinha, surge com dois representantes.

Grégoire Saucy venceu a FRECA (Foto: Reprodução/Twitter)

10- Grégoire Saucy

Talvez a maior surpresa do ano no automobilismo de base, Saucy se sagrou campeão da FRECA após fazer pouquíssimo em classes inferiores. Com a ART, soma 264 pontos, 93 a mais que o vice-líder, Paul Aron. Só fica um pouco atrás na lista por já ter 21 anos, idade um pouco avançada para quem ainda não está nem na F3. Mas vive temporada mágica.

9- Guanyu Zhou

Um dos nomes mais badalados da F2, Zhou manteve a evolução e, de fato, briga por título na categoria em 2021. Candidato real a uma vaga na Alfa Romeo, tem talento e bastante potencial financeiro para se encaixar no grid da F1. Mas não chega a ser um projeto de gênio das pistas, não. E ‘já’ tem 22 anos.

GUANYU ZHOU; ALPINE;
Guanyu Zhou faz uma grande temporada na F2 (Foto: Alpine)

8- Frederik Vesti

Talvez Vesti esteja com os dias contados aqui na nossa lista. Ainda que seja novo e que não venha de temporadas propriamente ruins, é um pouco decepcionante que não tenha ficado no top-3 da F3 em 2020 e 2021. O dinamarquês ainda é bem cotado, é membro da academia da Mercedes, mas precisa se provar em 2022. Ainda tem só 19 anos.

7- Isack Hadjar

Nosso caçulinha aqui acabou de completar 17 anos e já vai entrar no programa de jovens da Red Bull, o mais cobiçado do mundo. Franco-argelino, Hadjar perdeu um pouco de gás na reta final da FRECA 2021, mas venceu corrida e demonstrou inúmeras vezes que tem um talento bastante especial ali. Pode furar a fila de outras promessas em pouco tempo.

6- Victor Martins

Martins demorou um pouco mais do que a média para amadurecer de vez nas categorias de base, mas já pinta como um dos nomes mais promissores da geração. Aos 20 anos, sai da F3 2021 no top-5 em seu campeonato de estreia e com a não mais que mediana equipe MP. Pode trilhar um caminho até a F1, sim.

ROBERT SHWARTZMAN; FÓRMULA 2;
Robert Shwartzman desponta como um dos candidatos ao título da F2 (Foto: Fórmula 2)

5- Robert Shwartzman

Shwartzman ainda nutre uma chance de título na F2 2021, mas a verdade é que o russo faz uma temporada um pouco decepcionante. Para quem foi candidato real ao caneco em 2020, a expectativa era de chegar atropelando agora que não seria mais novato. Não é um ano ruim, mas decepcionante, sim. Já pareceu muito mais próximo da F1 do que hoje.

4- Dennis Hauger

2020, definitivamente, foi fora da curva para o talentosíssimo Hauger. O norueguês, de apenas 18 anos, é um fenômeno e provou isso levando a F3 com sobras em 2021. Pode sofrer no primeiro ano de F2 com adaptação, mas é um diamante bruto que a Red Bull tem em casa.

3- Théo Pourchaire

Também só 18 anos, mas já na F2 e sendo extremamente competitivo por lá. O francês podia ser inclusive uma escolha boa para a Alfa Romeo já em 2022, de tão talentoso e pronto que parece. É daqueles que, caso não chegue na F1, quem perde mais é a categoria do que ele.

Jüri Vips, F2, GP da Toscana 2020
Jüri Vips é um dos grandes da nova geração (Foto: Reprodução/Twitter/@F2)

2- Jüri Vips

Vips é um cara muito azarado, acima de tudo. Depois de quase não ter andado de nada em 2020, viveu um 2021 de alguns brilhos, mas muitas quebras e infortúnios com a Hitech na F2. Já merecia uma vaguinha na AlphaTauri, mas vai ter de se provar de novo em 2022 e com concorrência cada vez mais pesada no programa da Red Bull.

1- Oscar Piastri

20 anos e muito, muito perto do terceiro título relevante consecutivo, em um espaço de três anos. Não tem como não colocar Piastri em primeiro na nossa lista. O sucesso é tamanho que, mesmo na academia Alpine, já surge com chances de estar na Alfa Romeo em 2022. Seria ideal, afinal, pode acabar parando um ano caso seja campeão na F2, seria uma perda de tempo bem pouco interessante para a carreira do australiano.

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect