Quarentões do esporte

Às vésperas do aniversário de 40 anos de Valentino Rossi, o GRANDE PREMIUM relembra outros dez atletas que chegaram ao quarentenário ainda na ativa. A lista passa por futebol, tênis e até ginástica artística

Juliana Tesser, de São Paulo

Piloto mais velho do grid da MotoGP, Valentino Rossi vai completar 40 anos no próximo sábado (16). Mas, apesar da idade já mais avançada para os padrões esportivos, o piloto de Tavullia segue garantido na Yamaha por, pelo menos, mais dois anos, já que seu vínculo com a montadora dos três diapasões termina apenas ao fim da temporada 2020.

Embora a temporada 2018 não tenha sido das melhores para o #46, Rossi segue batalhando para voltar aos áureos tempos. Durante o teste da Malásia, o primeiro da pré-temporada 2019, o italiano ficou com o décimo tempo, 0s916 atrás de Danilo Petrucci, o líder das atividades.

Às vésperas da 40ª primavera do multicampeão da MotoGP, o GRANDE PREMIUM relembra outros dez atletas que seguem na ativa apesar de já terem superado os 40 anos.

Valentino Rossi tem contrato com a Yamaha até os 41 anos
(Foto: Michelin)

Fernando Prass


No Palmeiras desde 2013, o goleiro que completou 40 anos em setembro passado teve seu contrato renovado com o time alviverde por mais um ano. Natural de Viamão, no Rio Grande do Sul, Prass é o oitavo arqueiro com mais jogos pelo Verdão, atrás apenas de Leão, Marcos, Valdir Joaquim de Morais, Velloso, Oberdan Cattani, Sérgio e Gilmar.

 

Fernando Prass é goleiro do Palmeiras
(Foto: Cesar Greco/ Ag Palmeiras/ Divulgação)

Tiger Woods


Ex-número 1 do ranking mundial de golfe, Woods segue competindo aos 43 anos. Em setembro passado, o atleta de Cypress, na Califórnia, encerrou um jejum de mais de cinco anos ao vencer o Tour Championship, o quarto e último torneio dos playoffs da FedEX Cup do PGA Tour de Golfe no Clube East Lake, em Atlanta. Atualmente, Tiger ocupa a 12ª colocação do ranking mundial.

 

Tiger Woods é o 12º colocado no ranking mundial de golfe
(Foto: Reprodução)

Tom Brady


Quarterback titular do New England Patriots desde 2001, o norte-americano de San Mateo, na Califórnia, disputou nove Super Bowls. Com a equipe de Foxborough, o marido da modelo brasileira Gisele Bündchen conquistou o título da NFL, a liga de futebol americano dos Estados Unidos, em 2001, 2003, 2004, 2014, 2016 e 2018. MVP da NFL em três ocasiões, Brady disputou o Super Bowl no início do mês aos 41 anos. E venceu.

 

Tom Brady é quarterback titular do New Englands Patriots desde 2001
(Foto: New England Patriots)

Oksana Chusovitina


Oksana Chusovitina é um capítulo à parte na história da ginástica. Nos Jogos do Rio, em 2016, a atleta de Bucara, no Uzbequistão, se tornou, aos 41 anos e 56 dias, a primeira ginasta a disputar sete Olimpíadas seguidas. Dona de duas medalhas olímpicas ― ouro por equipes em Barcelona em 1992 e prata no salto sobre a mesa em Pequim em 2008 ―, a uzbeque de 43 anos segue na ativa e, em novembro passado, terminou o Mundial de Doha, no Catar, com o quarto posto no salto.

Primeira ginasta a ser introduzida no Hall da Fama da modalidade ainda na ativa, Oksana ainda sonha em disputar as Olimpíadas de Tóquio em 2020. E tem lenha para queimar.

Oksana Chusovitina foi primeira ginasta a ser introduzida no Hall da Fama da ainda na ativa
(Foto: Reprodução)

Vince Carter


Aos 42 anos, o ala do Atlanta Hawks é o jogador mais velho em atividade na NBA e fez sua 21ª temporada na liga. Com passagens por Toronto Raptors, New Jersey Nets, Orlando Magic, Phoenix Suns, Dallas Mavericks, Memphis Grizzlies e Sacramento Kings, o jogador de Daytona Beach, na Flórida, defende seu oitavo time no campeonato. Na temporada passada, pelo time de Vivek Ranadivé, Vince fez em média 5,4 pontos e 2,6 rebotes em 17 minutos em quadra.

 

Vince Carter é o jogador mais velho em atividade na NBA
(Foto: Atlanta Hawks )

Dirk Nowitzki


Ala-pivô do Dallas Mavericks, o alemão de Würzburg é o jogador europeu com mais pontos na história da NBA. Aos 40 anos, Nowitzki segue defendendo a franquia do bilionário Mark Cuban, onde foi parar após se trocado logo após ser selecionado pelo Milwaukee Bucks no draft de 1998. Campeão da NBA em 2011, Dirk ainda não anunciou se seguirá em atividade, mas foi o primeiro jogador natural da Europa a ser eleito MVP ― na temporada 2006/2007.

 

Dirk Nowitzki é o europeu com mais pontos na história da NBA
(Foto: Dallas Mavericks)

Gianluigi Buffon


Campeão da Copa do Mundo com a Itália em 2006, Gianluigi Buffon segue na ativa aos 43 anos. O atleta de Carrara, que é considerado por muitos o maior goleiro de todos os tempos, disputou cinco edições do maior torneio de seleções, igualando o número de participações de Antonio Carbajal e Lothar Matthäus. Buffon, que em 2001 foi considerado o arqueiro mais caro da história com a transferência do Parma para a Juventus ― marca que só foi superada no ano passado com a transferência do brasileiro Alisson da Roma para o Liverpool ―, hoje defende as cores do Paris Saint-Germain.

Gianluigi Buffon hoje defende as cores do Paris Saint-Germain
(Foto: Paris Saint-Germain)

Leander Paes


Especialista em torneios de duplas, o indiano segue jogando apesar dos 43 anos. Como duplista, o tenista natural de Mumbai já foi número um do mundo e conquistou 55 títulos nas sérias da ATP. Em torneios simples, venceu o ATP de Newport, nos Estados Unidos, em 1998, e ganhou a medalha de bronze na Olimpíada de Atlanta, em 1996, ao vencer o brasileiro Fernando Meligeni em uma virada dramática. Tenista com maior número de participações olímpicas ― sete ―, Paes também já se aventurou em Bollywood.

Além de tenista, Leander Paes já fez filme em Bollywood
(Foto: Reprodução)

Arlene Xavier


Melhor líbero da Copa do Mundo de Vôlei de 2003 e do Grand Prix de 2006, Arlene Xavier é a jogadora mais velha da Superliga no Brasil. Aos 49 anos, a jogadora que venceu a competição em três oportunidades ― nas temporadas 2000/2001, 2002/2003 e 2004/2005 ― e esteve nas campanhas campeãs da seleção brasileira nos Grand Prix de 2004 e 2006, defende o SESI Bauru. Atualmente, Arlene não exerce mais a função de líbero ―  ocupada por Tássia e a reserva Júlia ― , mas entra praticamente em todos os sets para sacar e para ajudar no fundo de quadra no lugar de uma das ponteiras da equipe.

A líbero Arlene é a jogadora mais velha da Superliga
(Foto: Vôlei Bauru)

Kazu

 

Kazuyoshi Miura, o Kazu, é detentor de três recordes de longevidade no futebol. Em 2012, o jogador natural de Shizuoka, no Japão, se tornou, aos 45 anos, o mais velho a atuar no Mundial de Futsal. Três anos depois, em 2015, entrou para a história como o mais velho a marcar um gol no campeonato japonês de futebol, aos 48 anos e 38 dias. Dois anos depois, foi o mais velho a jogar uma partida profissional, aos 50 anos e sete dias.

Desde 2005, o atleta de 51 anos atua no Yokohama FC, time da segunda divisão do futebol japonês.

Kazuyoshi Miura atua no Yokohama FC aos 51 anos
(Foto: Reprodução)