Sorte de campeão

No 10+ desta semana, relembramos momentos em que o pentacampeão mundial Lewis Hamilton contou com uma ajudinha para subir no lugar mais alto do pódio

Gabriel Carvalho, de Campinas

Lewis Hamilton indiscutivelmente é um dos grandes nomes da história da Fórmula 1, e os números falam por si só. São cinco títulos mundiais e 82 vitórias na carreira, mas é claro que algumas delas vieram com sorte divina e caíram em seu colo, que inspiraram o tema do 10+ desta semana. Vale lembrar que a intenção não é desmerecer Hamilton, já que para ter sorte, é preciso ser muito bom também, como nos casos a seguir.

 

Turquia 2010

A movimentada temporada de 2010 teve um de seus momentos mais tensos em Istambul. A Red Bull dominava a corrida com Mark Webber e Sebastian Vettel, até que os dois colidiram na volta 39. Vettel abandonou, enquanto Webber precisou perder tempo nos boxes. Adivinha quem era o terceiro? Sim, Lewis Hamilton, que precisou disputar a posição com o companheiro Jenson Button nas voltas finais, mas saiu com seu primeiro triunfo no campeonato.

Inglaterra 2014

O treino classificatório em Silverstone foi um desastre para Hamilton. O inglês viu o companheiro de equipe Nico Rosberg ficar com a pole, enquanto partiria apenas do sexto lugar. Lewis não precisou de muitas voltas para assumir a segunda posição, e aproveitou o abandono de Rosberg na volta 28, com problemas de câmbio, para ter caminho livre e conquistar uma vitória em casa que foi fundamental para o bicampeonato, que viria meses depois.

Mônaco 2016

Tudo indicava para um triunfo de Daniel Ricciardo nas ruas de Monte Carlo em 2016. O australiano, que competia pela Red Bull, anotou a pole-position e liderou a corrida no molhado. Porém, quando a pista secou, Ricciardo trouxe o carro aos boxes com a equipe despreparada. O pit-stop foi longo e Hamilton aproveitou para tomar a liderança e não perder mais, vencendo pela primeira vez naquele ano.

Singapura 2017

Hamilton já liderava o campeonato de 2017 quando a F1 desembarcou em Marina Bay, mas a situação após o treino classificatório não foi nada agradável, já que ficou com a quinta colocação enquanto o rival Sebastian Vettel partiu da pole. Todavia, Vettel prensou Max Verstappen contra o companheiro Kimi Räikkönen e causou um acidente antes da primeira curva. Hamilton, que tinha superado Valtteri Bottas no apagar das luzes, assumiu a liderança e não perdeu mais, arrancando para o tetracampeonato.

Azerbaijão 2018

O início de 2018 não foi dos melhores para Hamilton, que viu a Ferrari melhor e com Sebastian Vettel em boa fase, mas a situação mudou em um piscar de olhos nas ruas de Baku. O inglês era terceiro, mas superou Vettel com quatro voltas para o fim, quando o alemão retardou a freada em uma relargada e escapou da pista. O companheiro de equipe Valtteri Bottas caminhava para uma vitória, até um pneu estourado com três voltas para o fim. Hamilton venceu e assumiu a liderança do campeonato.

Alemanha 2018

Com problemas no carro, Hamilton teve um treino classificatório desastroso em Hockenheim, partindo apenas de 14º, enquanto o líder do campeonato Sebastian Vettel fez a pole. O inglês foi se recuperando ao longo da corrida e aparecia em quarto lugar quando Vettel perdeu o carro e bateu sozinho. A Ferrari acabou se embananando do pit-stop de Kimi Räikkonen, e Hamilton apareceu em primeiro na relargada, caminhando para uma de suas vitórias mais impressionantes e que liderou a arrancada ao pentacampeonato.

Brasil 2018

Hamilton já era o campeão mundial quando fez pole-position em Interlagos, mas o dia parecia mesmo ser de Max Verstappen. O holandês da Red Bull largou em quinto e foi enfileirando pilotos, inclusive Hamilton, até se envolver em um acidente com o retardatário Esteban Ocon e rodar. O pentacampeão não tinha nada com isso, retomou a liderança e venceu mais uma vez.

Bahrein 2019

Charles Leclerc foi a grande estrela em Sakhir. O piloto, que estava na segunda corrida pela Ferrari, fez pole e controlava a corrida, caminhando para a primeira vitória na Fórmula 1, eis que um problema de motor deixou o carro sem potência, sua vantagem logo foi esfarelada e Hamilton assumiu a primeira posição na reta final da corrida, vencendo em um dia de corações partidos no Bahrein.

Canadá 2019

Mais um carro envolvendo Ferrari e coração partido. Sebastian Vettel vinha em má fase, mas chocou a todos com uma pole-position em Montreal. O alemão era perseguido por Hamilton e acabou escapando na curva 3. A direção de prova entendeu que o ferrarista retornou para a pista de forma perigosa, e lhe deu uma punição de 5 segundos. Vettel cruzou a linha de chegada em primeiro, mas o vencedor foi Lewis Hamilton.

Rússia 2019

Tudo indicava para um dia dominante da Ferrari em Sóchi. Vettel largou como um foguete e tomou a primeira posição, com o pole Leclerc em segundo. Porém, a situação mudou na volta 25, quando o tetracampeão teve problemas de motor e precisou parar, promovendo a entrada do carro de segurança. Hamilton era líder naquele momento e aproveitou para fazer seu pit-stop, saindo à frente de Leclerc e não perdendo mais a ponta.