Siga-nos

10+

Base de ouro

No chamado ‘Road to MotoGP’, a Rookies Cup desponta como um celeiro impressionante de talentos. Na categoria onde hoje o brasileiro Diogo Moreira se destaca, já passaram nomes vitoriosos como Johann Zarco, Jorge Martín e Brad Binder, por exemplo

Diogo Moreira é o único brasileiro no grid de 2021 (Foto: Red Bull Content Pool)

Todo esporte precisa de uma boa base. E a MotoGP não tem nada do que reclamar nesse sentido. Além de fortes e divertidas, Moto3 e Moto2 são ótimas escolas preparatórias para a classe rainha do Mundial de Motovelocidade, mas, antes disso, a escada também é muito bem estruturada.

Já é de conhecimento geral que o CEV (Campeonato Espanhol de Velocidade) é dos principais celeiros da atualidade, mas uma das categorias mais importantes para alimentar as bases do esporte é a Red Bull Rookies Cup.

Amparada pela marca dos energéticos, a categoria acompanha o Mundial de Motovelocidade nas etapas europeias e está atualmente na 15ª temporada, tendo acolhido 201 pilotos de 35 nações diferente.

Além das corridas espetaculares, bem no estilo da Moto3, a Rookies Cup ganhou a atenção dos brasileiros em 2021 por causa da presença de Diogo Moreira. O piloto de 17 anos não é o primeiro nascido no Brasil a participar do campeonato, mas vem se destacando. No último fim de semana, por exemplo, o piloto natural de São Paulo conseguiu dois pódios na etapa de Jerez e ocupa a terceira colocação na classificação geral, com 64 pontos, sete a menos do que Daniel Holgado, o líder.

O histórico da Rookies Cup é mais um indício de que Diogo está no lugar certo para ter um futuro de sucesso no Mundial de Motovelocidade. Como evidência, o GRANDE PREMIUM preparou uma lista com alguns dos talentos que já passaram pela categoria equipada pela KTM.

LEIA MAIS
Acesse todo o conteúdo do GRANDE PREMIUM

Johann Zarco

Atual piloto da Pramac Ducati, o francês foi o primeiro campeão da Rookies Cup, em 2007. De lá para cá, Zarco já soma 50 pódios no Mundial de Motovelocidade ― nove na MotoGP, 30 na Moto2 e 11 nas 125cc ― e 24 poles ― cinco na MotoGP, 15 na Moto2 e quatro nas 125cc ―, além de ser bicampeão da Moto2, em 2015 e 2016.

Johann Zarco foi o primeiro campeão da Rookies Cup (Foto: Divulgação/MotoGP)

Joan Mir

Campeão vigente da MotoGP, o espanhol passou pela Rookies em 2013 e 2014, ano em que foi vice-campeão. No Mundial, o espanhol de Palma de Maiorca soma o título de 2017 da Moto3. Além disso, são 28 pódios ― 16 na Moto3, quatro na Moto2 e oito na MotoGP ― e duas poles na Moto3.

Joan Mir é o atual campeão da MotoGP (Foto: Suzuki)

Jorge Martín

Titular da Pramac Ducati na MotoGP neste ano, o espanhol fez três temporadas na Rookies Cup, entre 2012 e 2014, onde foi 12º, segundo e campeão. No Mundial, Jorge tem o título da Moto3 de 2018 e já conquistou um pódio, pelo terceiro lugar, em apenas duas largadas na classe rainha.

Jorge Martín foi ao pódio na segunda corrida da carreira na MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)

Miguel Oliveira

Dono de duas vitórias na MotoGP, o português fez só três corridas na Rookies Cup, em 2008, mas venceu duas delas: Donington Park, na Inglaterra, e Assen, na Holanda.

Miguel Oliveira correu pouco, mas venceu na Rookies (Foto: KTM)

Brad Binder

Também vencedor na MotoGP, o sul-africano competiu na Rookies Cup entre 2009 e 2011. No Mundial, conseguiu o título da Moto3 em 2016 e vice-campeão da Moto2, em 2019, antes de saltar para a classe rainha e vencer na terceira corrida da carreira.

Brad Binder deu à KTM a primeira vitória na MotoGP (Foto: MotoGP)

Enea Bastianini

Hoje na Avintia, o campeão do ano passado é mais uma das crias da Rookies Cup. Quarto colocado na categoria de acesso em 2013, o italiano já acumula 32 pódios no Mundial ― 24 na classe menor e oito na divisão do meio. Além disso, são nove poles na Moto3.

Enea Bastianini tem se destacado entre os novatos de 2021 na MotoGP (Foto: Avintia)

Jaume Masià

Vice-campeão do CEV em 2017, o espanhol de Valência correu na Rookies Cup só em 2014, ano que fechou em 17º. Fixo no Mundial desde 2018, Jaume já tem três poles, quatro vitórias e oito pódios, todos na Moto3.

Jaume Masià também corre na equipe de Aki Ajo (Foto: Ajo)

Pedro Acosta

O novo astro do Mundial de Motovelocidade é o campeão vigente da Rookies Cup. Acosta correu por dois anos na Rookies Cup, foi vice em 2019 e campeão em 2020. Agora, já tem três vitórias no Mundial de Moto3 e lidera o campeonato com 95 dos 100 pontos disputados até aqui.

Pedro Acosta foi campeão na Rookies Cup no ano passado (Foto: Red Bull Content Pool)

Fabio Di Giannantonio

Vencedor do GP da Espanha de Moto2 do último fim de semana, o italiano disputou a Rookies Cup em 2014 e 2015, tendo conquistado, respectivamente, um sétimo e segundo na classificação. No Mundial, Fabio soma 20 pódios, 14 na Moto3 e seis na Moto2, e três vitórias, duas na classe menor e a de Jerez.

Fabio Di Giannantonio entrou no rol dos vencedores da Moto2 em Jerez (Foto: Gresini)

Toprak Razgatlioglu

Mas não é só o Mundial de Motovelocidade que aproveita as crias da Rookies Cup. Titular da Yamaha no Mundial de Superbike, Toprak Razgatlioglu disputou a categoria de base em 2013 e 2014 e, desde então, já foi campeão do Mundial de Superstock 600, em 2015, soma cinco vitórias e um total de 24 pódios na categoria principal.

Toprak Razgatlioglu é um dos destaques do Mundial de Superbike (Foto: Divulgação/WSBK)

LEIA MAIS
⇝ Sorte sorri para Miller, que apazigua críticos e sai protagonista do GP do Espanha

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect