Siga-nos

Análise

A Honey Ryder de Vettel vai melhorar ainda mais na Aston Martin

Tetracampeão mundial, que tem o hábito de apelidar seus carros na F1, conseguiu classificar à frente de Stroll, para o GP de Portugal, pela primeira vez na temporada. Antes, havia dito que AMR21 não o obedecia

Aston Martin, Vettel, GP de Portugal 2021,
(Foto: Reprodução/Twitter/@AstonMartinF1)

Sebastian Vettel terminou as sessões de treinos livres dizendo que o carro ainda ‘não fazia o que ele queria’. Não demorou muito e, já na classificação para o GP de Portugal, neste sábado (1º), o alemão cravou uma convincente décima colocação, sete posições à frente do seu companheiro de equipe Lance Stroll. O desempenho ainda não é o bastante para um tetracampeão de Fórmula 1, mas dá mostras que ele saberá evoluir com a Honey Ryder na Aston Martin. 

A largada para a terceira das 23 corridas previstas para o Mundial acontecerá neste domingo, às 11 horas (de Brasília) — Valtteri Bottas fez o melhor tempo e adiou a centésima pole-position de Lewis Hamilton (ambos de Mercedes), só o segundo colocado; Max Verstappen (Red Bull) sairá na terceira posição. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo ao vivo e em tempo real.

Aston Martin, Vettel, GP de Portugal 2021,
Vettel classificou Aston Martin na 10ª posição para grid de largada do GP de Portugal (Foto: Reprodução/Twitter/@AstonMartinF1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Seb tem o hábito de nomear seus carros na F1. Luscious Liz e Randy Mandy, Kinky Kylie, Abbey e Hungry Heidi foram as campeãs mundiais ainda pela Red Bull, que tiveram destaque na carreira do piloto de 33 anos. Apesar do carinho, em seis temporadas na Ferrari, nenhuma de suas meninas ganhou destaque e o pentacampeonato foi pulverizado, sobretudo, por recordes de Hamilton. 

A Honey Ryder de certa forma é um recomeço para Vettel na Aston Martin. De inspiração nos filmes da franquia 007, o alemão declarou abertamente que precisaria de tempo de adaptação com a ‘Bond Girl’. Era como se explicasse por que no Bahrein e na Emilia-Romanha se classificou atrás de Stroll: décimo contra 18º e décimo contra 13º respectivamente. Em Portugal, por enquanto, a coisa se mostrou diferente, com Vettel em décimo, e Stroll em 17º, 0s510 mais lento que o companheiro no Q1.

Otman Szafnauer, o chefe da equipe Aston Martin, já havia dito que Vettel iria melhorar. Ele, no entanto, esperava que um melhor resultado fosse visto lá para o GP da Espanha, na próxima semana, em Barcelona. Pelo o que deixou nas entrelinhas em entrevista à revista Autosport, haverá atualizações no AMR21 do piloto alemão que, por enquanto, teria que se virar com a adaptação vinda de maior tempo de pista.

Aston Martin, Vettel, GP de Portugal 2021,
Em seu primeiro ano na Aston Martin, Vettel divide a garagem com Stroll (Foto: Reprodução/Twitter/@AstonMartinF1)

“Quanto mais você guia o carro, mais você fica com ele na mão e consegue prever esse tipo de coisa. É apenas uma questão de tempo de pista”, disse. “A cura virá de muito trabalho bom no túnel de vento e trazer atualizações para o carro nas próximas corridas para recuperar um pouco da carga aerodinâmica que perdemos na traseira.”

Não deveria ser vergonha alguma ficar atrás do companheiro de equipe mas, quer queira, quer não, Stroll ainda tem o rótulo de ser só o ‘filho do dono’. Como se não houvesse lá muitos méritos. O bilionário Lawrance Stroll vem financiando a carreira do filho e lidera o projeto Aston Martin na F1. O piloto canadense já evoluiu bastante e se mostra longe daquele das barbeiragens dos tempos de Williams e mesmo Racing Point. No ano passado, Stroll foi duas vezes ao pódio, enquanto Vettel, uma, mas de Ferrari. 

Por tudo que já conquistou, a torcida de Vettel é enorme dentro da F1 e, claro, na própria Aston Martin. As redes sociais da equipe deram uma mostra do tamanho da empolgação:

“Todo mundo é fã do Sebastian Vettel. Mesmo que digam que não, eles são fãs do Sebastian Vettel”, escreveu a Aston Martin, quando o alemão de quatro títulos mundiais, 57 poles e 53 vitórias se classificou pela primeira para o Q3 com a equipe.

Nomes dos carros de Vettel na F1

2008: Julie

2009: Kate, Kate’s Dirty Sister

2010: Luscious Liz e Randy Mandy

2011: Kinky Kyle

2012: Abbey

2013: Hungry Heidi

2014: Suzie

2015: Eva

2016: Margherita

2017: Gina

2018: Loria

2019: Lina

2020: Lucilla

2021: Honey Ryder

Leia mais

+ Mercedes 2019/20 x Mercedes 2020/21 na FE

+ CBA pune tarde na Stock Car. Por que isso é ruim?

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect