Siga-nos

Análise

Boa disputa em Interlagos desvirtua a corrida sprint

Fórmula 1 não chegou a dar um ultimato para que a corrida de classificação para a prova regular, que será disputada neste domingo, a partir das 14 horas, desse certo. Experiências em Silverstone e em Monza não foram tão boas

Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo, GP de São Paulo 2021,
(Foto: Reprodução/F1)

Corrida spint, corrida de classificação, corrida curta… Chame de como quiser, mas fato é que a ótima prova em Interlagos desvirtuou um formato um tanto discutível para o calendário deste ano. Se era diversão que a categoria procurava, encontrou só neste sábado (13), no renomeado GP de São Paulo. Valtteri Bottas (Mercedes), Max Verstappen (Red Bull) e Carlos Sainz Jr (Ferrari) largarão nas três primeiras posições para a prova em seu formato tradicional.

A corrida pra valer, ausente no calendário no ano passado em razão da pandemia do novo coronavírus, terá largada às 14 horas (de Brasília), com ao vivo e tempo real do GRANDE PRÊMIO. Depois da prova na capital paulista, faltarão apenas três etapas, sem mais essa corrida sprint.

O funcionamento da experiência de 100 km, equivalente a 24 voltas em Interlagos, ainda causa confusão mesmo nos mais entendidos no assunto. Talvez com um pouco mais de tempo, o público em geral até se acostume com a novidade, também utilizada em Silverstone e em Monza. Sem dúvida, alguma no entanto, a prova em Interlagos foi mais atrativa. Nos dois compromissos anteriores, foi só uma prévia da corrida, sem possibilidade lá de muitas mudanças. 

Bottas, próximo da sua despedida da Mercedes, ganhou a primeira posição para cumprir um papel importante em ajudar o companheiro de equipe. Hamilton, punido por irregularidades na asa móvel, saiu da última posição e foi responsável por muitos dos bons momentos de diversão em diferentes pontos do seletivo circuito. As coisas ainda não estão das melhores para o inglês, já que perderá cinco posições por trocas no motor. 

Lando Norris, Lewis Hamilton, GP de São Paulo 2021,
Hamilton foi responsável por muita da diversão em Interlagos (Foto: Reprodução/F1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A largada foi fundamental. Precisava começar bem e a aposta veio no pneu macio. Então, a partir daí, era uma questão de sobreviver. Estava bem na liderança, mas Max lutou bastante para tentar me passar, portanto, estou feliz que minha estratégia funcionou perfeitamente”, disse Bottas, na entrevista oficial para Felipe Massa, dono de duas vitórias em Interlagos.

Com um carro bem acertado, o #44 pôde fazer bastante e ultrapassar 15 adversários. Na volta final, a mais emocionante das ultrapassagens, quando emparelhou com Lando Norris, da McLaren, e conseguiu a quinta colocação, no S do Senna. Os pontos, distribuídos só aos três primeiros colocados, não vieram para Hamilton, mas Verstappen somou apenas dois, agora com 314,5 contra 293,5 do inglês.

Carlos Sainz Jr., Sergio Pérez, GP de São Paulo 2021,
Carlos Sainz largará na terceira posição neste domingo (Foto: Reprodução/F1)

“A Mercedes é rápida de reta. Então, precisa contornar bem a última curva para poder fazer a manobra. Hoje não foi possível, mas tentaremos novamente amanhã [domingo]”, respondeu Max.

Antes mesmo do fim de semana, não havia um ultimato da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e dos organizadores da Liberty Media para que o novo formato desse certo. O GP de São Paulo não serve de base para esse parâmetro, já que qualquer corrida por aqui seria naturalmente emocionante. Isso sem falar na possibilidade de chuva durante as 71 voltas deste domingo.

Leia mais:

+ As grandes atrações do GP de São Paulo

+ 2021 virou o maior desafio da carreira de Hamilton

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect