Siga-nos

Análise

Charles ou Carlos? Ferrari animada com seus pilotos

‘Obrigado pelo apoio’, ironizou Sainz ao ver os torcedores cumprimentando Leclerc, em passeio pelas ruas de Monte Carlo, a bordo de uma Portofino. No GP de Mônaco, o monegasco não conseguiu largar, e o espanhol foi o 2º

GP de Mônaco 2021, Carlos Sainz, Ferrari
(Foto: Reprodução/Twitter/@ScuderiaFerrari)

Ainda na abertura dos trabalhos para o GP de Mônaco de Fórmula 1, Carlos Sainz se mostrou ligeiramente incomodado com o carinho até natural que Charles Leclerc recebeu pelas ruas de Monte Carlo. A resposta veio neste domingo (23) com uma ótima performance do espanhol, que terminou na segunda colocação, enquanto o monegasco, que havia feito a pole-position, sequer conseguiu largar. A colocação dos dois pilotos não é capaz de mudar a ordem de forças, mas dará maior confiança à Ferrari.

Em um passeio pelas ruas do principado, a bordo de uma Ferrari Portofino, com Leclerc ao volante, Sainz foi praticamente ignorado pelos torcedores locais. O carinho pelo jovem de 23 anos, que cresceu por ali é enorme e, por isso, as pessoas o reconheciam e gritavam. Em determinado momento da volta, o espanhol, só três anos mais velho que o companheiro, disse ironicamente sem que ninguém o tivesse perguntado: “Ahh… Obrigado pelo apoio. Vou fazer uma boa corrida.”

Leclerc até respondeu, exagerando que sentiu o mesmo no GP da Espanha, justamente o anterior ao de Mônaco. Mas a verdade é que quase ninguém percebeu a presença de Sainz ali ao lado do monegasco. Impossível dizer que esse foi o fator determinante para a ótima colocação, mas serve de cartão de visitas para quem não o via dentro do macacão vermelho da escuderia italiana. 

GP de Mônaco 2021, Carlos Sainz, Ferrari Portofino, Charles Leclerc,
Sainz brincou com fato de ser praticamente ignorado por torcedores de Leclerc em Mônaco (Foto: Reprodução/Twitter/@ScuderiaFerrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Por que as pessoas estão falando meu nome em francês. Eu sou o Carlos, não o Charles”, brincou Sainz, na carona de Leclerc, que sorriu.

No treino de classificação, a menos de um minuto para o fim do Q3, Leclerc fez a pole-position e, em seguida, bateu sua Ferrari no segundo S da Piscina. O erro de cálculo, quase de quem não conhece o traçado, encerrou as atividades mais cedo para todo mundo. Sainz, que tinha chance para conseguir a posição de honra, largou na quarta posição. A corrida, sem ultrapassagem como de costume, não foi das mais emocionantes, mas o espanhol foi rápido para ganhar as posições que precisava nos boxes.

“Se alguém me falasse antes de chegar em Mônaco que eu seria o segundo, eu aceitaria”, disse Sainz, agora com 38 pontos, só dois a menos que o #16. “A Ferrari, como equipe, pode ficar orgulhosa do carro que tivemos aqui e do passo que demos.”

GP de Mônaco 2021, Carlos Sainz, Ferrari, Charles Leclerc
Mesmo sem poder correr, Leclerc esperou a prova para dar um abraço em Sainz (Foto: Reprodução/Twitter/@F1)

A relação de Charles (Leclerc) e Carlos (Sainz), inclusive, aparenta ser muito boa. Em seu terceiro ano com a equipe, o piloto vindo da academia de pilotos da escuderia fez questão de ser um bom anfitrião e apresentar o time ao companheiro que havia acabado de chegar. O bom relacionamento talvez não chegue a passar dicas do comportamento do SF21, aí já seria demais, mas certamente promove um bom ambiente em uma garagem historicamente complicada.

A Ferrari, que não fazia a pole-position desde o GP do México de 2019, precisa dessa injeção de ânimo para voltar a ser grande. Outro desempenho como esse será difícil de esperar, mas dá um certo alento e deixa o time um tanto mais animado, esperançoso para voltar mais vezes ao pódio ainda neste ano.

Como um gentleman que é, Charles, que poderia já estar em caso desde que teve confirmada uma falha de câmbio que o impediu de largar, acompanhou a corrida de perto até o final. Mais do que isso, deu um longo abraço no companheiro e participou da festa do primeiro pódio do espanhol na Ferrari, apenas o terceiro na carreira.

GP de Mônaco 2021, Carlos Sainz, Ferrari
Sainz diminuiu para dois pontos diferença para Leclerc: 40 a 38 (Foto: Reprodução/Twitter/@ScuderiaFerrari)

Com uma inversão na liderança do Mundial — Max Verstappen (105) passou à frente de Lewis Hamilton (101), com a vitória no GP de Mônaco — a F1 volta no próximo fim de semana. Em 6 de junho, acontece o GP do Azerbaijão, a sexta corrida do Mundial.

Leia mais:


Senna x Hamilton nas ruas de Monte Carlos

Grandes corridas para ver na F1 TV

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect