Siga-nos

Análise

As notas do GP de Mônaco de 2021

Max Verstappen vencendo, Lewis Hamilton sofrendo. A disparidade vista entre os candidatos ao título em Mônaco se refletiu nas notas do Ranking GP desta semana

Max Verstappen venceu em Mônaco e levou a melhor nota no Ranking GP (Foto: Red Bull Content Pool)

O GP de Mônaco é uma prova icônica do calendário da Fórmula 1, apesar de não ser necessariamente a mais agitada de todas. Que o diga a edição de 2021: apesar de reviravoltas importantes para a temporada, a corrida monegasca esteve longe de ser um show do esporte a motor.

Dito isso, Max Verstappen deu seu show. O holandês venceu pela segunda vez em 2021 em uma atuação quase livre de erros. Não por acaso, recebeu a melhor nota no Ranking GP desta semana. O contraste com Lewis Hamilton, um dos pilotos com notas mais baixas, é nítido.

Mesmo se esforçando bastante, Hamilton não acabou com a nota mais baixa. Nem ele, nem Nikita Mazepin: o fim de semana acidentado de Mick Schumacher rendeu a pior avaliação de todas na quinta etapa do Mundial de F1.

Max Verstappen, Red Bull, GP de Mônaco 2021
Max Verstappen fez sua parte em Mônaco (Foto: Reprodução/Twitter)

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum e Vitor Fazio.

1°) Max Verstappen – 9.0 – Faltou a pole, que escapou por pouco depois da batida de Leclerc, mas a corrida foi praticamente perfeita. Como foi uma prova de notas mais baixas, fica no 9, mas, com certeza, a grande figura do fim de semana, líder do campeonato pela primeira vez na vida.

2°) Carlos Sainz Jr. – 8.5 – Sainz podia ter largado em posição ainda melhor não fosse a batida do companheiro, mas a corrida, assim como a de Verstappen, foi excelente. Um belo pódio para a Ferrari e o espanhol deve ganhar confiança com um ritmo tão forte.

3°) Lando Norris – 8.5 – Mais um pódio para um forte candidato a piloto do ano até o momento. Lando tem sido exemplar quase que todo fim de semana, uma evolução nítida em relação a 2019 e 2020. E deu uma volta em cima de Ricciardo, está dando um baile.

4°) Sergio Pérez – 6.5 – Ganhar cinco posições em Mônaco é algo que mereça destaque, por mais que tenha sido muito mais na tática do que qualquer coisa. Mesmo assim, Pérez precisa urgentemente se classificar melhor. No fim das contas, segue sem pódio, enquanto o companheiro lidera o campeonato.

5°) Sebastian Vettel – 8.5 – Eleito piloto do dia, Vettel teve seu grande momento em 2021. O alemão estava precisando disso para ganhar um pouquinho de confiança. Méritos também para a Aston Martin, que segurou Vettel na pista para dar o overcut em Gasly e Hamilton.

6°) Pierre Gasly – 7.5 – Gasly continua levando a AlphaTauri impressionantemente nas costas. E, não bastasse não ter um companheiro de equipe bem como ele, ainda precisa lidar com estratégias ruins da equipe quase que semanalmente. Tivesse ficado mais na pista no primeiro stint, chegaria em quarto.

Lewis Hamilton decepcionou em Mônaco (Foto: Mercedes)

7°) Lewis Hamilton – 3.0 – Alguém por acaso viu Hamilton em Mônaco? Rapaz, o multicampeão foi completamente opaco e terminou a prova no bolso de Gasly, sem passar o francês a corrida toda. Uma classificação terrível comprometeu tudo, além da Mercedes, que errou na tática de paradas.

8°) Lance Stroll – 7.0 – Apesar de duas decoladas fortes no ‘S da Piscina’, Stroll merece elogios pelo bom gerenciamento de pneus. Foi assim que pontuou, ajudando bem a Aston Martin.

9°) Esteban Ocon – 7.5 – É a segunda corrida consecutiva em que Ocon cruza a linha de chegada empurrando seu carro. A Alpine errou grandiosamente de novo a tática e o francês sofreu bastante para não ser superado por ninguém.

10°) Antonio Giovinazzi – 8.0 – Giovinazzi estava merecendo esse pontinho fazia tempo, né? O italiano é um dos bons nomes da temporada 2021, vai finalmente mostrando o motivo para estar no grid. Bela prova.

11°) Kimi Räikkönen – 7.0 – Kimi foi muito bem também. Não leva a mesma nota de Giovinazzi por um motivo simples: era o mesmo carro e ficou atrás, mas atrás a ponto de não pontuar. De todo modo, também não faz uma temporada ruim, longe disso.

12°) Daniel Ricciardo – 2.5 – Tomar volta do companheiro de equipe não tem condição, né? A gente é compreensivo aqui com a dificuldade de Daniel para se adaptar, mas aí não dá. Precisa melhorar rápido, urgente.

GP de Mônaco 2021, Carlos Sainz, Ferrari
Carlos Sainz Jr. fez seu primeiro pódio pela Ferrari (Foto: Ferrari)

13°) Fernando Alonso – 4.0 – Alonso está vivendo uma temporada muito ruim. O espanhol não consegue acompanhar Ocon de forma alguma e isso já tem começado com desempenhos fracos de classificação. É corrigir isso logo, Alonso parece meio travado ainda no retorno.

14°) George Russell – 5.5 – Fez o que deu, sem dúvidas. Russell ainda ficou na frente de Tsunoda, além do esperado para a Williams. Não tem muito mais a ser dito.

15°) Nicholas Latifi – 5.0 – Pega o comentário de Russell e faz um copia e cola para Latifi. A diferença? Ficou atrás do companheiro de Williams, mas não foi mal, não.

16°) Yuki Tsunoda – 3.0 – Não há defesa para o que Tsunoda tem feito. O japonês está terrível, muito atrás de Gasly, agora até atrás das Williams. O desconto para não tomar uma nota ainda pior é que não conhecia nada de Mônaco.

17°) Nikita Mazepin – 4.0 – Mazepin terminou uma corrida na frente de Schumacher e é isso. Só por esse motivo que não vai tomar uma nota menor.

18°) Mick Schumacher – 2.5 – A Haas mandou o alemão segurar a onda e não atacar Mazepin, mas Schumacher também tem uma grande parcela de culpa, principalmente por ter arrebentado o carro no muro de novo.

Charles Leclerc, Ferrari, GP de Mônaco 2021,
Charles Leclerc pôs tudo a perder ainda no sábado (Foto: Ferrari)

NC – Valtteri Bottas – 7.0 – Deu pena de Bottas, viu? Fazia tempo que o finlandês não era tão superior a Hamilton em um fim de semana, tinha tudo para chegar em segundo. A Mercedes precisa se desculpar com o piloto pelo pit-stop inacreditável da roda presa.

NC – Charles Leclerc – 7.0 – Leclerc merece muitos elogios pela pole, mas também críticas por ter arrebentado o carro no muro. Sim, a Ferrari podia ter feito uma inspeção melhor e feito o monegasco perder umas posições no grid, mas Charles, de novo, bateu em um circuito de rua.

GP de Mônaco – 4.5 – Uma corrida quase sem ultrapassagens, mas que, ainda assim, não foi tão horrível assim. Reviravoltas como os abandonos de Charles Leclerc e Valtteri Bottas, assim como o dia terrível de Lewis Hamilton, bastaram para entreter o público. Foi uma prova fundamental para a sequência da temporada.

Melhor GP – GP do Bahrein – 9.0
Pior GP – GP de Portugal – 4.0
Média – 6.5

Confira a média das notas do ano:

1°) Max Verstappen – 8.7
2°) Lando Norris – 7.9
3°) Lewis Hamilton – 7.7
4°) Charles Leclerc – 7.6
5°) Carlos Sainz Jr. – 7.0
6°) Esteban Ocon – 6.9
7°) Pierre Gasly – 6.5
8°) Lance Stroll – 6.4
8°) Antonio Giovinazzi – 6.4
10°) Valtteri Bottas – 6.3
11°) Sergio Pérez – 6.0
12°) Daniel Ricciardo – 5.8
13°) Kimi Räikkönen – 5.7
14°) Fernando Alonso – 5.4
15°) George Russell – 5.1
15°) Sebastian Vettel – 5.1
17°) Nicholas Latifi – 4.3
18°) Mick Schumacher – 4.2
19°) Yuki Tsunoda – 3.7
20°) Nikita Mazepin – 1.5

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect