Siga-nos

Box

Como foi o GP da Bélgica por quem fez a corrida

A corrida em Spa foi praticamente decidida em apenas uma volta, é verdade, mas vale a pena acompanhar como foi a prova pelas postagens feitas por equipes, pilotos e a própria F1 nas redes sociais

    google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
    google_ad_slot = “5708856992”;
    google_ad_width = 336;
    google_ad_height = 280;

Uma única volta. Foi isso que o GP da Bélgica precisou para contar a sua história. Logo no primeiro giro, na primeira curva, Nico Hülkenberg usou a sua Renault para causar um verdadeiro strike no meio do pelotão, tirando ele, Fernando Alonso e Charles Leclerc da prova instantaneamente — e ainda causando danos que, depois, iriam causar os abandonos de Daniel Ricciardo e Kimi Räikkönen. Metros à frente, Sebastian Vettel, da Ferrari, ultrapassava a Mercedes de Lewis Hamilton, que era o pole. E assim os dois ficaram até o final da prova, vencida pelo alemão.

Não que não tenha acontecido nada depois – como, por exemplo, Valtteri Bottas subindo o pelotão após largar lá atrás com a Mercedes. Teve também a grande recuperação da Force India, agora administrada pela Racing Point e que teve uma dura semana. Ou ainda a Haas, que pela primeira vez na história pontuou com os dois carros em duas provas seguidas. O caçula da F1 está crescendo.

Só que a chuva não veio e a classificação molhada no sábado não embaralhou as coisas como era de se esperar. Pena. De qualquer jeito, ainda é válido rever o GP belga com outros olhos: o dos pilotos, equipes e da própria Fórmula 1, por meio do que foi postado nas redes sociais. Preparado?

Pré-GP

Os preparativos para a corrida belga!

 

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect