Siga-nos

Box

#RideLikeAGirl

Mais do que ter o nome na história como a primeira mulher a vencer um campeonato organizado pela FIM, Ana Carrasco é hoje o prenuncio de um futuro diferente. Estudante de direito, a espanhola ‘mudou a lei’ de um universo predominantemente dominado por homens

Ela só queria ser um piloto como outro qualquer, mas acabou sendo muito mais. No último dia 30, ao conquistar o título do Mundial de Supersport 300, Ana Carrasco galgou para si um lugar na história do esporte, mas também se tornou o prenúncio de um futuro diferente.

Se ainda restava dúvida, hoje não resta mais. Ao bater Mika Pérez por um ponto na classificação do campeonato promovido pela Dorna, Carrasco provou de uma vez por todas que as mulheres podem, sim, enfrentar ― e vencer ― homens. Tal qual qualquer atleta, só é preciso ter o material e as condições certas.

Ao longo da história, muitas provaram que mulheres e homens poderiam participar de um mesmo campeonato. Michèle Mouton, por exemplo, venceu uma prova do Mundial de Rali em 1981. Jutta Kleinschidt ganhou o Rali Dakar em 2001. Danica Patrick subiu ao topo do pódio da Indy em 2008.

Antes de Ana, Kirsi Kainulainen tinha sido campeã em uma categoria organizada pela FIM, mas como passageira no sidecar de Pekka Paivarinta. Agora, porém, Carrasco mostrou que é possível conquistar mais. Que é possível chegar mais longe.

Ainda é cedo para medir o impacto que o feito de Ana terá no esporte, mas a expectativa é de que a conquista desperte o interesse de outras meninas. Dá mesma forma que acontece com homens, fica mais fácil encontrar prodígios quando se tem um campo maior onde se buscar.

Tão logo Ana celebrou a conquista, as redes sociais foram tomadas de mensagens de felicitações. Entre muitas, a declaração de Marc Márquez chama a atenção. A caminho do pentacampeonato da MotoGP, o piloto da Honda agradeceu Carrasco.

“Obrigado por ensinar a todo o mundo que o motociclismo não é um esporte só de meninos!”, escreveu o #93.

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect