Estrella Galicia 0,0 Marc VDS

Reconhecida por sua força na Moto2, a Marc VDS não fez feio em sua temporada de estreia na MotoGP. Agora, o time de Marc van der Straten vem em estrutura reforçada, com o promovido Tito Rabat se juntando a Jack Miller

Juliana Tesser, de São Paulo

Recém-chegada à MotoGP, a equipe de Gosselies não tardou a aumentar sua estrutura. Depois de resgatar Scott Redding em 2015, a Marc VDS viu o britânico partir em busca de novas aventuras e promoveu Tito Rabat da Moto2. Além do espanhol, o time de Marc van der Straten aceitou receber Jack Miller, já que a LCR desistiu do esforço de duas motos.

Equipada com a Honda RC213V, a equipe tem em mãos um protótipo vitorioso, mas que vive uma fase um tanto difícil. Ainda assim, o terceiro lugar de Redding no GP de San Marino do ano passado mostra que a Marc VDS sabe trabalhar bem.

Sede: Gosselies, Bélgica
Moto: Honda RC213V
Principais dirigentes: Marc van der Straten e Michael Bartholemy
Em 2015: 8ª no Mundial de Equipes
Melhor resultado: 8ª no Mundial de Equipes em 2015
Melhor tempo em Sepang: 2min02s328 (Tito Rabat, 17º)
Melhor tempo em Phillip Island: 1min30s023 (Jack Miller, 15º)
Melhor tempo em Losail: 1min57s027 (Tito Rabat, 17º)

 

Quer ler esta matéria na íntegra?