Repsol Honda

Dona de um currículo super vitorioso, a Honda não abre em 2016 em sua melhor forma. A RC213V agora tem o rótulo de a mais difícil. Ainda assim, Marc Márquez e Dani Pedrosa são talentosos o bastante

Juliana Tesser, de São Paulo

A Honda não precisa de apresentações na MotoGP. Dona de 21 títulos no Mundial de Construtores da classe rainha do Mundial de Motovelocidade, a marca da asa dourada é sempre uma favorita ao título, mas o cenário deste ano não é dos mais favoráveis.

Desde o ano passado, a Honda vem sofrendo com o excesso de potência do motor, um problema que não foi de todo resolvido ao longo da pré-temporada. A RC213V é hoje rotulada como a moto mais difícil do grid, mas Marc Márquez e Dani Pedrosa sempre encontram um jeitinho de domar o touro. Ainda assim, é a Yamaha quem abre o ano como favorita.

Sede: Asaka, Japão
Moto: RC213V
Principais dirigentes: Shuhei Nakamoto e Livio Suppo
Em 2015: 2ª nos Mundiais de Construtores e Equipes
Melhor resultado: 21 títulos do Mundial de Construtores (1966, 1983, 1984, 1985, 1989, 1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2003, 2004, 2006, 2011, 2012, 2013 e 2014)
Melhor tempo em Sepang: 2min00s843 (Marc Márquez, 5º)
Melhor tempo em Phillip Island: 1min29s158 (Marc Márquez, 2º)
Melhor tempo em Losail: 1min55s402 (Marc Márquez, 4º)

Quer ler esta matéria na íntegra?