Siga-nos

Lado a Lado

Brasileiros que foram promovidos da F2 para F1 x Felipe Drugovich

Felipe Nasr, Lucas di Grassi, Nelson Piquet Jr., Bruno Senna… o GRANDE PREMIUM coloca, Lado a lado, o desempenho de Felipe Drugovich nesta Fórmula 2 com o de brasileiros que participaram da disputa no passado e foram promovidos à Fórmula 1

Como o desempenho de Drugovich se compara ao de outros brasileiros da F2/GP2? (Foto: Dutch Photo Agency)

Pela primeira vez desde 2006, quando ainda era GP2, a Fórmula 2 irá correr em Ímola. No GP da Emília-Romanha, neste final de semana, Felipe Drugovich vai defender a liderança do campeonato – após duas etapas e quatro corridas, o brasileiro da MP Motorsport soma 45 pontos, 11 a mais que o vice Liam Lawson. 

Depois de um 2020 promissor e um 2021 frustrante, o piloto do país virou um candidato real ao título da principal categoria de suporte da Fórmula 1. Ainda que seja cedo, as chances de troféu do paranaense não podem ser ignoradas. 

Felipe Drugovich lidera a F2 2022 (Foto: Dutch Photo Agency)

Só que mesmo com uma possível conquista da Fórmula 2, Drugovich dificilmente terá espaço na principal categoria de automobilismo do mundo na próxima temporada. Justiça seja feita, o grid de 2023 da F1 já vai se definindo lentamente – com a iminente presença de Oscar Piastri, seja na Alpine ou em outra equipe, por exemplo -, e, além disso, poucos brasileiros conseguiram a ‘promoção’ da F2 para a Fórmula 1.

Por isso mesmo, o GRANDE PREMIUM coloca o ótimo início de campeonato de Drugovich Lado a lado com o começo dos pilotos do país que, após suas respectivas últimas temporadas completas de estadia na Fórmula 2, figuraram no grid da categoria rainha. 

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Confira todas as edições das listas do Lado a lado

Felipe Drugovich é o novo líder da F2 2022 (Foto: Dutch Photo Agency)

FELIPE DRUGOVICH – PRIMEIRAS QUATRO CORRIDAS (2022)

Idade à época: 21 anos
Pole-positions: 1
Voltas mais rápidas: 0
Vitórias: 1
Pontos: 45
Pódios: 2
Posição parcial no campeonato: 1º (45 pontos)

Felipe Nasr com a Sauber em 2015 (Foto: Wikimedia)

FELIPE NASR – PRIMEIRAS QUATRO CORRIDAS (2014)

Idade à época: 21 anos
Pole-positions: 1 (1 ao final da temporada)
Voltas mais rápidas: 0 (1 ao final da temporada)
Vitórias: 1 (4 ao final da temporada)
Pontos: 42 (34 no atual sistema de pontos da F2)
Pódios: 1 (10 ao final da temporada)
Posição final no campeonato: 3º (224)

Lucas di Grassi pela Virgin em 2010 (Foto: Wikimedia Commons)

LUCAS DI GRASSI – PRIMEIRAS QUATRO CORRIDAS (2009)

Idade à época: 24 anos
Pole-positions: 0 (1 ao final da temporada)
Voltas mais rápidas: 0 (2 ao final da temporada)
Vitórias: 0 (1 ao final da temporada)
Pontos: 8 (17 no atual sistema de pontos da F2)
Pódios: 0 (8 ao final da temporada)
Posição final no campeonato: 3º (63)

Bruno Senna estreante pela Hispania (Foto: Wikimedia Commons)

BRUNO SENNA – PRIMEIRAS QUATRO CORRIDAS (2008)

Idade à época: 24 anos
Pole-positions: 0 (3 ao final da temporada)
Voltas mais rápidas: 0 (1 ao final da temporada)
Vitórias: 0 (2 ao final da temporada)
Pontos: 11 (23 no atual sistema de pontos da F2)
Pódios: 1 (6 ao final da temporada)
Posição final no campeonato: 2º (64)

Nelsinho Piquet em Silverstone pela Renault (Foto: Wikimedia Commons)

NELSON PIQUET JR. – PRIMEIRAS QUATRO CORRIDAS (2006)

Idade à época: 20 anos
Pole-positions: 1 (6 ao final da temporada)
Voltas mais rápidas: 0 (3 ao final da temporada)
Vitórias: 1 (4 ao final da temporada)
Pontos: 25 (51 no atual sistema de pontos da F2)
Pódios: 2 (8 ao final da temporada)
Posição final no campeonato: 2º (102)

POR QUE DRUGOVICH É CANDIDATO REAL AO TÍTULO DA FÓRMULA 2?

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect