Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP da Espanha de 2021

O GP da Espanha é, tradicionalmente, um dos menos animados do calendário da Fórmula 1. Assim, não é exagero dizer que a edição de 2021 da prova ficou bem acima das expectativas, foi bastante decente.

Mais uma vez, Lewis Hamilton e Max Verstappen tiveram grandes exibições, travaram um belo duelo e a disputa pela vitória acabou decidida no detalhe, no pulo do gato da Mercedes na estratégia.

Por outro lado, foi uma corrida complicadíssima para dois novatos. Mais uma vez, Yuki Tsunoda decepcionou, enquanto que Nikita Mazepin segue tendo performances muito abaixo da crítica.

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum e Vitor Fazio.

Lewis Hamilton venceu mais uma (Foto: Mercedes)

1°) Lewis Hamilton – 9.0 A largada não foi das melhores, perdendo a liderança para Verstappen, mas depois disso a coisa melhorou bem. Lewis teve ritmo forte, encaixou a estratégia perfeita e, claro, cuidou dos pneus daquele jeito que só ele sabe. Tudo isso depois de ter feito uma pole crucial. Vive um momento estupendo.

2°) Max Verstappen – 9.0 Max não foi muito bem na classificação, mas compensou ali com uma largada fenomenal e arrojada, sabendo que era a única chance que tinha para superar Hamilton. O holandês acabou prejudicado pela inércia da Red Bull na tática, mas fez mais um grande trabalho.

3°) Valtteri Bottas – 6.5 Perdeu a posição para Leclerc na largada e só foi recuperar nos boxes. Na pista, ritmo bem mais ou menos e a única vez que apareceu foi para atrapalhar Hamilton nas voltas finais. Sentiu já que não vai renovar, hein?

4°) Charles Leclerc – 8.5 O homem vive um momento especial, né? Leclerc teve um 2020 de maturidade com a Ferrari lenta e agora vai colhendo os frutos. Com o fim de semana ruim de Norris, colou na dianteira da ‘F1 B’. Faz grande 2021.

5°) Sergio Pérez – 5.5 Pérez precisa começar a classificar melhor. A recuperação nas corridas é algo positivo, mas lembra um pouco o que Alexander Albon fazia e, definitivamente, é menos do que a Red Bull precisa do segundo piloto para peitar a Mercedes.

6°) Daniel Ricciardo – 8.0 O gigante acordou? Ricciardo sempre precisa de um tempinho para se adaptar aos novos carros, mas parece que agora vai. O australiano classificou e terminou na frente de Norris e ainda segurou Sainz. É disso que a McLaren precisa.

7°) Carlos Sainz – 6.5 A comparação com Leclerc ficou ruim para o dono de casa, mas a verdade é que o espanhol vem andando bem. Não parece estar muito longe o dia em que Sainz vai bater o companheiro, é outro que está em fase de adaptação.

GP da Espanha 2021, Lando Norris,
Lando Norris teve boas disputas no pelotão médio (Foto: McLaren)

8°) Lando Norris – 6.5 Lando não conseguiu manter o padrão de excelência das três primeiras corridas, mas foi ok. O inglês segue na frente na ‘F1 B’ e isso já é acima das expectativas para ele em 2021.

9°) Esteban Ocon – 7.5 O começo de campeonato de Ocon é muito bom. O francês assumiu o protagonismo na Alpine e vai tirando leite de pedra. Não fosse uma estratégia tenebrosa da equipe, teria, pelo menos, batido Norris. Vai marcando seus pontinhos com boas performances.

10°) Pierre Gasly – 6.5 Tudo bem que aquele erro de posicionamento do carro fora do colchete no grid de largada foi algo básico, mas Gasly fez uma bela corrida depois de dois pit-stops ruins. As voltas finais foram primorosas, somando um ponto que parecia impossível para a AlphaTauri em Barcelona. Tiraria um notão sem a punição boba.

11°) Lance Stroll – 5.5 Stroll está indo melhor que Vettel, mas isso não chega a ser grandes coisas. Ainda protagonizou uma cena meio tosca no fim da corrida ao dar uma fechada brusca em Gasly quando não tinha a menor condição de manter a posição.

12°) Kimi Räikkönen – 6.0 A Alfa Romeo não tem ainda muita coisa para mostrar, mas Kimi segue em um começo de ano decente. O finlandês esteve ali perto dos pontos, uma hora eles saem.

13°) Sebastian Vettel – 4.5 A Aston Martin está uma pequena bomba no início de 2021, é verdade, mas está na hora de Vettel, pelo menos, assumir protagonismo na equipe. Não vem sendo legal.

14°) George Russell – 5.5 Uma corrida mediana de Russell, que continua muito longe dos pontos e bem nas classificações. O inglês, pelo menos, descolou do pelotão das Haas e de Latifi.

Charles Leclerc, 2021
Charles Leclerc mandou bem (Foto: Ferrari)

15°) Antonio Giovinazzi – 5.5 – O pit-stop de Giovinazzi durante o safety-car foi digno de cena de comédia pastelão. Pneus murchos, mecânicos quicando o pneu no chão, um terror. O italiano, no entanto, voltou a ter bom ritmo, merecia sorte melhor.

16°) Nicholas Latifi – 4.5 Latifi terminou na frente de Alonso em um completo acaso, né? A realidade foi uma corrida, mais uma vez, apática, longe de qualquer disputa que não com as Haas.

17°) Fernando Alonso – 5.0 A definição de “estratégia suicida” foi atualizada com sucesso, hein? Alonso podia ter até pontuado e terminou em uma inacreditável 17ª colocação porque a Alpine resolveu deixar seus pilotos por muito tempo na pista sem pneus.

18°) Mick Schumacher – 5.5 Mick não vem mais errando e está lá colocando um caminhão de segundos em cima de Mazepin. De verdade? É isso que dá para fazer e nada mais.

19°) Nikita Mazepin – 1.5 Voltou a atrapalhar rivais, voltou a ser facilmente batido por qualquer piloto em qualquer circunstância, voltou a andar quase 1 minuto atrás de Schumacher. Nem tem como elogiar alguma coisa ali.

NC – Yuki Tsunoda – 2.5 Depois da badalação, o tombo. Tsunoda vai descendo a ladeira no início de 2021. O japonês abandonou sem culpa, é verdade, mas vinha lá no fundo do pelotão por ter feito uma péssima classificação. E segue errando muito.

GP da Espanha – 7.0 – Não foi a melhor corrida do mundo, mas ficou de ótimo tamanho para o que se esperava da prova na Catalunha. A pista não ajuda, mas até que tivemos boas disputas e até uma briga legal pela vitória. Passa de ano.

Melhor GP – GP do Bahrein – 9.0
Pior GP – GP de Portugal – 4.0
Média – 7.0

Confira a média dos pilotos na temporada 2021

1°) Lewis Hamilton – 8.9
2°) Max Verstappen – 8.6
3°) Lando Norris – 7.8
4°) Charles Leclerc – 7.8
5°) Esteban Ocon – 6.8
6°) Carlos Sainz Jr. – 6.6
6°) Daniel Ricciardo – 6.6
8°) Lance Stroll – 6.3
8°) Pierre Gasly – 6.3
10°) Valtteri Bottas – 6.1
11°) Antonio Giovinazzi – 6.0
12°) Sergio Pérez – 5.9
13°) Fernando Alonso – 5.8
14°) Kimi Räikkönen – 5.4
15°) George Russell – 5.0
16°) Mick Schumacher – 4.6
17°) Sebastian Vettel – 4.3
18°) Nicholas Latifi – 4.1
19°) Yuki Tsunoda – 3.9
20°) Nikita Mazepin – 0.9

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect