Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP da Emília-Romanha 2022

A primeira corrida da F1 2022 na Europa mostrou uma Red Bull dominante, Ferrari pagando pelos erros dos próprios pilotos e um calvário inesperado de Lewis Hamilton

Max Verstappen no pódio do GP da Emília-Romanha (Foto: AFP)
FÓRMULA 1 2022: VERSTAPPEN E RED BULL BRILHAM EM DIA RUIM DA FERRARI EM ÍMOLA | Paddock GP #284

A primeira visita da Fórmula 1 ao Velho Continente em 2022 não foi épica ou memorável, mas trouxe contornos diferentes a um campeonato que saiu da Austrália completamente pintado de vermelho. A Red Bull dominou, registrando a primeira dobradinha em quase seis anos, e colocou Max Verstappen no top-15 de vencedores da F1 ao triunfar em Ímola.

A Ferrari teve um fim de semana para esquecer, mas muito por erros de seus próprios pilotos, inclusive o líder do Mundial de Pilotos, Charles Leclerc, que deu demonstração de humanização ao cometer o primeiro grande erro no campeonato, o que lhe tirou um pódio certeiro.

O fim de semana ainda marcou o drama de nomes como o heptacampeão mundial Lewis Hamilton, que completou fora dos pontos.

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Carvalho, Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum.

A largada do GP da Emília-Romanha (Foto: Red Bull Content Pool)

1º) Max Verstappen – 9.5 – Um grand-chelem é um grand-chelem, né? Pole na sexta-feira, aí largada ruim no sábado, mas agressividade e ótimo ritmo na sequência para ganhar a sprint race e, no domingo, uma atuação completamente dominante desde a largada, controlando bem a distância para Leclerc o tempo todo. Fez barba, cabelo e bigode no fim de semana em Ímola. E voltou para o campeonato!

2º) Sergio Pérez – 9.0 – Se o fim de 2021 já tinha sido bom para Pérez, o início de 2022 é muito melhor. O escudeiro perfeito de Verstappen segue defendendo como ninguém na F1 e, para melhorar, tem defendido mais para frente nas corridas, ou seja, também pontuado mais para o time. A Red Bull vem forte no Mundial de Construtores.

3º) Lando Norris – 9.0 – Parece claro que a McLaren está cada vez mais próxima do ritmo de 2021 e, nisso, é evidente que Lando Norris volta a brilhar. Em grande forma, o inglês beliscou um merecido pódio e vai subindo na classificação do campeonato, cada vez mais metido entre os pilotos dos principais times.

4º) George Russell – 8.5 – Um dos melhores pilotos do começo da temporada 2022, Russell parece estar totalmente em casa na Mercedes. Novamente, foi superior a Hamilton, desta vez, muito superior. São quatro corridas no top-5 em um carro que não é mais do que bom. O quarto lugar no Mundial é gigante.

5º) Valtteri Bottas – 8.5 – Quem diria que outro dos melhores do início do ano seria Bottas, hein? Carregando a Alfa Romeo nas costas, o finlandês vai disputando de igual para igual com gente mais poderosa e somando ótimos pontos para a equipe. Vem bem no papel de líder.

Valtteri Bottas pontuou bem no Emília-Romanha (Foto: Alfa Romeo)

6º) Charles Leclerc – 5.0 – Tinha tudo para obter outro ótimo resultado e, consequentemente, nota aqui, mas o erro no fim foi muito pesado. A sorte do monegasco é que a batida foi leve, mas o sexto lugar poderia ter sido, tranquilamente, um abandono. Não pode vacilar assim em uma briga tão apertada com Verstappen.

7º) Yuki Tsunoda – 8.0 – Uma das três melhores corridas de Tsunoda na carreira. Foi melhor que Gasly o fim de semana todo, foi combativo na prova e soube lidar com os mais diferentes cenários. Competente quando precisou segurar o pelotão, competente quando teve de atacar também.

8º) Sebastian Vettel – 8.0 – Depois de uma estreia trágica na temporada em Melbourne, Vettel conseguiu se recompor com ótima performance na traiçoeira Ímola. Principalmente na chuva, o alemão se destacou, somando pontinhos vitais para uma equipe que estava zerada ainda no ano.

9º) Kevin Magnussen – 7.0 – Mais pontinhos na conta de Kevin e da Haas, mas, convenhamos, não foi a atuação mais inspirada que o dinamarquês já teve. Fica o destaque para a classificação incrível, mas nas corridas foi só mediano.

10º) Lance Stroll – 7.0 – Ofuscado pela bela atuação de Vettel, Lance também foi bem, tá? A Aston Martin continua sendo um carro ruim e, assim, qualquer ponto merece ser valorizado. Boa corrida de Stroll.

11º) Alexander Albon – 7.5 – Albon fez mais uma ótima corrida em Ímola. Com o pior carro do grid, o tailandês cercou a zona de pontos o tempo todo e chegou a passar Hamilton e Gasly. Anda muito e, na pista úmida, melhor ainda.

12º) Pierre Gasly – 5.0 – O resultado foi muito abaixo do que Pierre pode fazer e fica pior porque Tsunoda conseguiu pontuar, mesmo com um carro ruim, mas o francês ganha pontos por ter segurado Hamilton por muitas voltas, quase a corrida toda. E a Mercedes ainda é melhor que a AlphaTauri, evidentemente.

13º) Lewis Hamilton – 3.0 – Um dos piores finais de semana da carreira de Hamilton? Apático o tempo todo, o heptacampeão ficou muito atrás de Russell e ainda ficou no bolso de Gasly, tal qual em Mônaco, no ano passado. Além de ter sido ultrapassado por Albon e outras coisas do tipo.

Lewis Hamilton e a Mercedes sofreram no Emília-Romanha (Foto: Mercedes)

14º) Esteban Ocon – 4.5 – Muito abaixo do nível que já apresentou em outras provas, Ocon ficou preso no trilho de DRS e ainda tomou uma punição por culpa da Alpine, que soltou o francês em cima de Hamilton na saída dos boxes. O problema na classificação atrapalhou também, Esteban largou bem do fundo.

15º) Guanyu Zhou – 2.5 – Fez uma bobagem grande na sprint race ao jogar o carro em Gasly e ajudou a complicar o fim de semana do francês que já não era bom. De resto, discreto e com mais uma largada tenebrosa.

16º) Nicholas Latifi – 3.0 – Latifi não fez absolutamente nada e, acredite, isso até que foi bom. Ainda mais porque a chuva apareceu algumas vezes no fim de semana.

17º) Mick Schumacher – 1.0 – Atrapalhado, segue colecionando erros e ficando cada vez mais longe dos pontos. Parece que, quando chega a oportunidade, o alemão falha. E falhou bastante, hein? A maior delas foi rodar sozinho na largada e ainda tirar o coitado do Alonso da corrida.

18º) Daniel Ricciardo – 2.0 – No futebol, dizem que se aprende na escolinha a não atravessar a bola na frente da área. No automobilismo, dá para dizer que a regra que se aprende primeiro é não pisar na linha branca quando a pista estiver molhada. Pois Daniel fez isso logo na largada. É claro que escorregou e acabou acertando Sainz, que abandonou na hora.

NC) Fernando Alonso – 5.0 – Vítima de Schumacher, Alonso é o piloto mais azarado de 2022. É inconcebível que tenha só 2 pontos no ano, tem ritmo e performances para muito mais que isso. Está dando pena. E vai perdendo a paciência com a Alpine e a falta de confiabilidade…

NC) Carlos Sainz – 5.0 – Bateu na classificação e aí perdeu muitos pontos aqui, mas foi isso. Na sprint race, ótima atuação para ir de décimo para quarto. Na corrida, largou mal, mas estava ali em sexto quando tomou a paulada de Ricciardo. Era corrida para pódio sem muita dificuldade.

Os três primeiros em Ímola: Verstappen, Pérez e Norris (Foto: Red Bull Content Pool)

GP da Emília-Romanha – 6.5 – Não foi a melhor corrida do mundo, mas teve brilho de Verstappen, o líder Leclerc batendo, outros incidentes, chuva, pista seca, algumas brigas interessantes. Valeu, especialmente porque Ímola nunca é grandes coisas.

Melhor GP – GP do Bahrein – 8.5
Pior GP – GP da Austrália – 4.5
Média: 6.9

MÉDIA DA TEMPORADA:

1º) Max Verstappen – 8.9
2º) Charles Leclerc – 8.5
3º) Sergio Pérez – 7.9
4º) George Russell – 7.9
5º) Valtteri Bottas – 7.8
6º) Lando Norris – 7.4
7º) Kevin Magnussen – 7.3
8º) Alexander Albon – 6.9
9º) Esteban Ocon – 6.6
9) Pierre Gasly – 6.6
11º) Fernando Alonso – 6.0
12º) Yuki Tsunoda – 5.9
13º) Lewis Hamilton – 5.5

14º) Carlos Sainz – 5.4
15º) Guanyu Zhou – 5.0
16º) Daniel Ricciardo – 4.8
16º) Lance Stroll – 4.8
16º) Nico Hülkenberg – 4.8
19º) Sebastian Vettel – 4.5
20º) Mick Schumacher – 3.3
21º) Nicholas Latifi – 2.5

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect