Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP de Abu Dhabi

O final apoteótico da temporada 2021 da Fórmula 1, em Abu Dhabi, deu uma decisão de acordo com o que foi o campeonato

O pódio de Abu Dhabi com Verstappen campeão mundial (Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)
VERSTAPPEN CAMPEÃO SOBRE HAMILTON: TUDO SOBRE A F1 2021 | Paddock GP #272

Uma das temporadas mais marcantes de todos os tempos na Fórmula 1 chegou ao fim de maneira memorável, na medida do 2021 entregue, com o GP de Abu Dhabi. Decisões estratégicas de Red Bull e Mercedes e muita mão de Lewis Hamilton e Max Verstappen definiram o título com o auxílio de um acidente de Nicholas Latifi nos últimos minutos. O campeonato deixa a atualidade para entrar na história.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Assim, com tudo que aconteceu, o Ranking GP tentou contar um pouco melhor a história através das notas. Apesar do resultado final, Verstappen e Hamilton dividiram a mesma nota. A pior média ficou com o homem que decidiu o campeonato: Latifi.

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Curty, Gabriel Carvalho e Pedro Henrique Marum.

O cumprimento de Hamilton e Verstappen após a decisão (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

1º) Max Verstappen – 9.5 – A pole foi absolutamente sensacional e inesperada pelo contexto recente do campeonato. A largada não foi das melhores, é verdade, talvez fique aí o 0,5 que faltou. Mas altamente combativo e ganhando o campeonato na última volta, Max merece um notaço para encerrar uma temporada que foi, sim, brilhante.

2º) Lewis Hamilton – 9.5 – Lewis perdeu o campeonato, mas talvez merecesse tanto quanto Verstappen o título. A derrota na última volta foi muito cruel para alguém que guiou tanto, especialmente na reta final do campeonato. Baita corrida de novo do heptacampeão, lutou até o fim.

3º) Carlos Sainz – 9.0 – O cara está viciado em ir ao pódio! Falando sério: não tem muito o que falar de Sainz em 2021, que adaptação rápida ali na Ferrari. O espanhol fecha no top-3 na prova final e pula para quinto no campeonato, o melhor da ‘F1 B’. Baita fim de semana.

Carlos Sainz foi ao pódio em Yas Marina (Foto: Ferrari)

4º) Yuki Tsunoda – 9.5 – Yuki guardou para a última prova aquele que foi, de muito longe, seu melhor fim de semana na Fórmula 1. Foi melhor do que Gasly quase a etapa toda, fez corrida inspirada, passou Bottas na volta derradeira, enfim, uma grande corrida do japonês. Pode ganhar confiança para 2022!

5º) Pierre Gasly – 9.0 – Ainda que tenha perdido para Tsunoda em uma raríssima oportunidade, não tem como dar uma nota baixa aqui. A classificação ruim ficou para trás com uma atuação belíssima no domingo. Gasly teve um ritmo de corrida fenomenal e agrediu muito no fim, buscando um top-5 depois de largar de 12º.

6º) Valtteri Bottas – 4.5 – Simplesmente Bottas. Sério, Bottas. Que despedida no estilo dele, né? Com problemas de ritmo, apagadaço, ainda perdendo posição para as duas AlphaTauri ali no final. Não tem muito o que comentar, apenas apreciar a loucura chamada Bottas.

7º) Lando Norris – 6.5 – O azar voltou a aparecer para um Lando que poderia muito bem ter terminado a corrida perto do pódio. Furou o pneu ali no top-5 ao atacar muito a zebra, acabou tomando volta e tudo. Errinho? Sim, verdade, mas pareceu mais azar do que tudo. Ainda ficou na frente de Ricciardo de novo.

8º) Fernando Alonso – 7.0 – Não foi o dia mais inspirado de Alonso na temporada, mas ao menos terminou na frente de Ocon de novo. Fechou, de certa forma, em alta. E com a Alpine no top-5 do Mundial de Construtores.

9º) Esteban Ocon – 7.0 – Fez uma boa classificação e uma corrida bem decente também, mas acabou caindo para trás de Alonso na corrida, com o companheiro fazendo um stint enorme de pneus duros no começo. Mas não foi ruim, não, longe disso.

10º) Charles Leclerc – 6.5 – O comparativo com Sainz foi pesado para caramba de novo. Leclerc ainda teve um pit-stop extra que não deu nada certo e aí foi ficando para trás. Com a confusão do safety-car final, perdeu a chance de brigar um pouco mais na frente.

Esteban Ocon à frente de uma fila de carros no GP de Abu Dhabi (Foto: Alpine)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Confira as edições anteriores do Ranking GP

11º) Sebastian Vettel – 5.5 – Vettel ficou sem pontos de novo, mas fez uma corrida decente. Mais uma vez, foi bem mais sobre a Aston Martin capenga do que pelo próprio tetracampeão.

12º) Daniel Ricciardo – 4.0 – Ricciardo fechou a temporada com a cara do que foi no campeonato todo, né? Sem ponto, sem brilho, muito decepcionante.

13º) Lance Stroll – 4.0 – Com um carro que não foi bom em 2021 todo, a comparação sempre ficava com Vettel. Em Abu Dhabi, ficou devendo. E ainda foi prejudicado ao relargar anos-luz atrás do companheiro.

14º) Mick Schumacher – 5.0 – Apesar de ter se envolvido na batida que mudou o campeonato, o próprio Latifi absolveu Mick, então, quem somos nós para pegarmos pesado com ele? Uma prova ok, dentro do possível para a Haas, é isso aí.

15º) Sergio Pérez – 8.0 – A corrida como um todo nem foi a coisa mais incrível do mundo, mas que defesa absurda contra Hamilton, nossa senhora. Com pneus velhos, acabados, o mexicano deu um show e tirou 6s do inglês, permitindo que Verstappen encostasse. É para isso que foi contratado! Brilhou muito ali.

Kimi Räikkönen, Alfa Romeo, GP de Abu Dhabi 2021,
O adeus de Räikkönen (Foto: Reprodução/Twitter/@alfaromeoracing)

16º) Nicholas Latifi – 2.0 – Os fãs de Verstappen querem dar 10, os de Hamilton querem o 0. Mas a gente aqui analisa a corrida, claro, que foi ruim também. O acidente ali, mais do que ter mexido no campeonato, foi toscão, não tem o que falar. Jogou fora a boa classificação, batendo Russell. Mas, por favor, não ataque o pobre canadense nas redes sociais.

17º) Antonio Giovinazzi – 4.0 – Despedida meio melancólica para o nosso querido Giovinazzi. Ficou na frente do Kimi no fim de semana todo, mas foi só isso. Abandonou com problemas, saiu mais cedo do que o esperado da Fórmula 1.

18º) George Russell – 3.0 – Outra despedida melancólica, desta vez da equipe. Russell acabou superado por Latifi na classificação e aí abanondou com problemas. Meio triste pelo que fez nesses anos.

19º) Kimi Räikkönen – 2.5 – Mais triste ainda foi Kimi, que espancou o muro no começo do fim de semana e ali mesmo encerrou suas chances. O carro nunca mais voltou ao normal. Pena, a temporada final do finlandês na F1 foi digna, viu? Pena mesmo acabar assim.

A largada do GP de Abu Dhabi (Foto: Peter Fox/Getty Images/Redbull Content Pool)

GP de Abu Dhabi – 10.0 – Que corrida! Sim, a gente sabe que a pista em Abu Dhabi é bem mais ou menos, mas foi um campeonato decidido na última volta, sabe? Não tem como dar outra nota, é 10!

Melhor GP – GPs da Rússia, São Paulo e Abu Dhabi – 10.0
Pior GP – GP da Estíria – 3.0
Média: 7.0

MÉDIA DA TEMPORADA

1º) Max Verstappen – 8.4
2º) Lewis Hamilton – 8.0
3º) Lando Norris – 7.4
4º) Carlos Sainz – 7.2
5º) Pierre Gasly – 7.1
5º) Charles Leclerc – 7.1
7º) Fernando Alonso – 6.6
8º) Sergio Pérez – 6.4
9º) Esteban Ocon – 6.2
10º) Valtteri Bottas – 6.0
11º) Daniel Ricciardo – 5.8
12º) George Russell – 5.7
13º) Sebastian Vettel – 5.6
13º) Lance Stroll – 5.6
13º) Kimi Räikkönen – 5.6
16º) Antonio Giovinazzi – 5.5
16º) Robert Kubica – 5.5
18º) Yuki Tsunoda – 4.6
19º) Nicholas Latifi – 4.4
20º) Mick Schumacher – 4.3
21º) Nikita Mazepin – 2.2

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO | Briefing

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect