Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP da Cidade do México

Max Verstappen venceu, Lewis Hamilton segurou o segundo lugar e Valtteri Bottas: o GP da Cidade do México aproximou a Red Bull da glória na Fórmula 1

A apaixonada torcida mexicana (Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images)

Na história do campeonato 2021 da Fórmula 1, o GP da Cidade do México estava apontado como uma fortaleza de Max Verstappen e da Red Bull, mas a realidade do sábado, com a Mercedes dona da primeira fila, confundiu tudo. O cenário havia mudado? Mas o domingo deu o papo real: Verstappen tomou a dianteira em instantes e sumiu, vencendo com atuação irrepreensível. O holandês é mais líder do que antes e também ficou com a maior nota da semana.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Apesar de Lewis Hamilton segurar o segundo lugar após ataques de Sergio Pérez e a capacidade do mexicano levantar a galera em casa, a segunda maior nota ficou com Pierre Gasly. O francês, afinal, colocou a AlphaTauri em quarto lugar ao se manter tranquilamente na frente das duas Ferrari por toda a corrida.

Já a menor nota foi de Valtteri Bottas, que errou na largada, rodou após toque de Daniel Ricciardo e passou a corrida toda atrás da McLaren.

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Curty, Gabriel Carvalho e Pedro Henrique Marum.

Max Verstappen vibra com mais uma vitória em 2021 (Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images)

1 – Max Verstappen – 9.5 – Só não é 10 porque a pole escapou de forma inesperada, né? Mas a largada foi absurda, sensacional, possivelmente a melhor do ano entre os principais pilotos do grid. Max confirmou o favoritismo no México, colocou mais de uma mão na taça e segue respondendo da melhor forma possível à pressão que encontra.

2 – Lewis Hamilton – 7.5 – Apesar de ter segurado Pérez muito bem durante a corrida, Lewis podia ter feito mais na largada, mas, principalmente, na classificação. No fim, largar atrás de Bottas praticamente acabou com suas chances no domingo, ficando meio vendido no ataque de Verstappen. Precisa ser perfeito se quiser o octa em 2021.

3 – Sergio Pérez – 7.5 – Não conseguiu passar Hamilton, mas fez uma boa corrida, sim. O pódio em casa foi marcante, um dos belos momentos da temporada 2021, com o Hermanos Rodríguez explodindo junto com Pérez. Fica só a crítica pela classificação, o erro no Q3 foi muito mais dele do que de Tsunoda. E prejudicou um pouco Verstappen ali.

Lewis Hamilton segurou Sergio Pérez para manter o segundo lugar (Foto: Mercedes)

4 – Pierre Gasly – 9.0 – Virou rotina ver Gasly ali na frente, mas isso não deixa de ser impressionante. Quarto lugar com uma AlphaTauri é algo que sempre tem de ser exaltado, independentemente do contexto. Como foi no México, então, com duas Red Bull e uma Mercedes na frente, fenomenal.

5 – Charles Leclerc – 7.5 – Sofreu uma rara derrota em classificação para Sainz, mas devolveu logo na largada. Na corrida, voltou a terum ritmo inferior ao do companheiro na reta final, mas acaba na frente pela ordem da Ferrari. Mais um bom resultado, no entanto.

6 – Carlos Sainz – 7.5 – Meio que o contrário do que comentamos para Leclerc. A verdade é que, se a Ferrari tivesse liberado a briga, possivelmente Sainz ficaria na frente de Charles, mas não foi o que rolou. Acabou não passando Gasly quando o time deu a chance e, no fim, teve de devolver lugar para Leclerc.

7 – Sebastian Vettel – 8.0 – Segunda ótima prova seguida de Vettel! Classificou de forma bem honesta, fez uma prova segura, enfim, chegou exatamente onde podia chegar com o carro que tem e o jeito que a prova se desenrolou. Foi contratado para isso!

8 – Kimi Räikkönen – 8.0 – Vai saber o que pode rolar daqui para frente, mas, caso tenha sido a última vez de Kimi nos pontos na F1, foi uma bela despedida. Mais uma vez, largou bem e teve um ritmo muito consistente o tempo todo, colocando mesmo a Alfa Romeo na mesma balada de Alpine, Aston Martin e até McLaren. Baita resultado.

9 – Fernando Alonso – 7.5 – Depois de uma sequência complicada, Alonso voltou muito bem aos trilhos no México. Apesar do pequeno fiasco de cair no Q1, o espanhol chegou em nono e, no fim, mostrou que fez a classificação que deveria, com tanta gente punida na frente dele. Boa prova!

10 – Lando Norris – 6.5 – Não foi nada de encher os olhos de novo, viu? Sabemos que saiu do fundo do grid, mas será que não dava para chegar, sei lá, em sétimo? Norris não parece viver o melhor dos momentos na temporada, precisa urgentemente esquecer a derrota em Sóchi.

Pierre Gasly segurou o quarto lugar (Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Confira as edições anteriores do Ranking GP.

11 – Antonio Giovinazzi – 6.5 – Pensa em alguém que saiu nervoso da corrida, hein? Giovinazzi sabe bem que era corrida para ter pontuado, talvez até na frente de Kimi, mas a tática da Alfa Romeo, parando tão cedo, colocou tudo a perder. O italiano tem motivos de sobra para ficar chateado.

12 – Daniel Ricciardo – 4.5 – Sim, realmente Ricciardo teve uma bela tarde de defesa de posição contra Bottas, que vai sonhar com a traseira da McLaren. Só que não apaga o fato do australiano ter batido no finlandês na largada e ferrado com a corrida dos dois. Daniel até pediu desculpas depois da prova.

13 – Esteban Ocon – 4.5 – Largou lá do fim do grid, mas foi bem apático de novo. Sofreu um sanduíche logo na primeira volta, mas ele mesmo assumiu que o carro não ficou danificado. Dava para ter ido mais para frente, hein?

14 – Lance Stroll – 3.0 – Tenebrosa a corrida de Stroll, que deu uma porrada na classificação e cometeu mais erros crassos na corrida. Não vive mesmo uma boa fase na reta final da temporada 2021 da Fórmula 1.

15 – Valtteri Bottas – 2.5 – Já dissemos aqui que a pancada da largada foi culpa de Ricciardo, mas isso só aconteceu porque Bottas largou muito mal e foi jantado por Verstappen. O finlandês bobeou muito dando o vácuo justo para quem não podia e ainda acabou abrindo o mar para o rival, como definiu uma raivosa Mercedes. Ele tinha uma função e fez tudo errado. Ainda passou a corrida toda atrás de Ricciardo e parou não uma, mas duas vezes nas voltas finais para colocar pneus macios e tentar a volta mais rápida. Pelo menos fez.

Valtteri Bottas teve corrida muito complicada na capital mexicana (Foto: Mercedes)

16 – George Russell – 4.5 – Russell disputou o GP da Cidade do México? Classificação ok, largada ótima, corrida muito ruim, a Williams estava tenebrosa.

17 – Nicholas Latifi – 3.0 – Ficou atrás de George e ainda participou ativamente de incidente de largada em que deveria ter feito coisa melhor. Não foi um dia de ‘Nishowlas’.

18 – Nikita Mazepin – 3.0 – Não há muito a se dizer a respeito de Mazepin. Estava lá, foi o pior da classificação e da corrida, tudo normal.

NC – Mick Schumacher – 3.0 – Se meteu em mais um enrosco na largada quando parecia ter como sair ileso. Precisa trabalhar mais em reflexos para não sofrer sempre que as corridas tiverem enroscos no início.

NC – Yuki Tsunoda – 4.5 – Virou o culpado pela perda da pole de Verstappen, mas, coitado, nem teve culpa ali. Ainda ajudou Gasly a largar em quinto com o vácuo. Na corrida, bateu na largada.

Sergio Pérez comemora o pódio com a torcida (Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images)

GP da Cidade do México – 4.5 – Corrida bem ruinzinha, hein? Não é uma pista que ajuda, muita turbulência, poucas disputas e ultrapassagens. Mais uma vez, só valeu por causa da torcida e da festa do pódio e coisas do tipo.

Melhor GP – GP da Rússia – 10.0
Pior GP – GP da Estíria – 3.0
Média: 8.0

Confira a média das notas do ano:

1º) Max Verstappen – 8.5
2º) Lewis Hamilton – 7.6
2º) Lando Norris – 7.6
4º) Carlos Sainz – 7.2
4º) Charles Leclerc – 7.2
6º) Pierre Gasly – 7.1
7º) Fernando Alonso – 6.6
8º) Sergio Pérez – 6.3
9º) Valtteri Bottas – 6.1
10º) Daniel Ricciardo – 6.0
11º) Esteban Ocon – 5.9
11º) George Russell – 5.9
13º) Kimi Räikkönen – 5.8
14º) Lance Stroll – 5.7
15º) Sebastian Vettel – 5.6
15º) Antonio Giovinazzi – 5.6
17º) Robert Kubica – 5.5
18º) Yuki Tsunoda – 4.6
19º) Nicholas Latifi – 4.5
20º) Mick Schumacher – 4.4
21º) Nikita Mazepin – 2.1

F1: VERSTAPPEN VENCE IMPASSE MEXICANO NA LARGADA E SE APROXIMA DE TÍTULO | Paddock GP #264

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect