Siga-nos

Super Ranking GP

Vitória em Long Beach faz de Pagenaud líder na semana #3

O francês Simon Pagenaud, líder da Indy, é também o novo líder do Super Ranking GP. Ele está à frente dos líderes da F1 e da MotoGP, Nico Rosberg e Marc Márquez

A nova edição do Super Ranking GP vem acompanhada de uma mudança na liderança: cai o brasileiro Lucas Di Grassi, entra o francês Simon Pagenaud. A vitória no GP de Long Beach, que fez aumentar sua vantagem no topo da tabela de pontuação da Indy, colocou o piloto da Penske também no topo da nossa lista que classifica pilotos de diferentes categorias ao redor do mundo.

O Super Ranking GP leva em conta uma série de fatores: os resultados das provas de cada uma das nove categorias avaliadas, a competitividade dos campeonatos e a importância e a quantidade das corridas. Feitos das últimas temporadas também são contabilizados, mas com peso menor. O objetivo é apontar o melhor piloto do momento no esporte a motor.

O agitado fim de semana provocou uma série de mudanças na nossa lista. A mais notável dela é a queda dos pilotos que disputam duas categorias, uma delas sendo o Mundial de Endurance, já que é feita uma média da pontuação. Nas dez primeiras posições, cinco categorias estão representadas.

Para Pagenaud, o bom início mostra a sua evolução após um primeiro ano não tão fácil com a Penske em 2015. Para acomodá-lo, o time do ‘Capitão’ teve de aumentar a operação, e o francês acabou tendo os piores resultados entre o forte quarteto e fechou a temporada só em 11º.  A história vai sendo bem diferente neste começo de 2016.

A competitividade maior da Indy em relação à F1 e da MotoGP o ajuda a ter essa vantagem sobre os líderes dos dois Mundiais. Nico Rosberg, que venceu as três provas disputadas neste ano, vem em segundo lugar, e Marc Márquez aparece em terceiro, pouco à frente de Scott Dixon.

O trio vencedor das 6 Horas de Silverstone ganhou muitas posições e vem logo à frente de Lucas Di Grassi, que continua sendo o melhor brasileiro. E Jonathan Rea, que venceu as duas corridas do Mundial de Superbike em Assen, foi outro que chegou aos quatro dígitos.

Pagenaud, o líder da Indy e do Super Ranking GP (Pagenaud comemorando a vitória no GP de Long Beach (Foto: IndyCar))

100. Danny Watts e Jonny Kane — WEC — 469,49
99. Alexander Wurz — WEC — 471,56
98. Tito Rabat — MotoGP — 472,50
97. Carlos Sainz — F1 — 476,01
95. Brendon Hartley e Timo Bernhard — WEC — 476,03
94. Stéphane Lefebvre — WRC — 476,59
93. Anthony Davidson — WEC — 485,77
92. Carlos Muñoz — Indy — 490,12
91. Leon Camier — WSBK — 490,36
90. Max Chilton — Indy — 492,97
89. Mark Webber — WEC — 496,30
88. Lorenzo Savadori — WSBK — 499,43
87. Xavi Forés — WSBK — 506,56
86. Markus Reiterberger — WSBK — 508,05
85. Jean-Éric Vergne — F-E — 509,78
82. André Lotterer, Benoît Tréluyer e Marcel Fässler — WEC — 511,50
81. Max Verstappen — F1 — 513,95
80. Alex Lowes — WSBK — 515,12
79. Jari-Matti Latvala — WRC — 522,30
78. Stefan Bradl — MotoGP — 522,81
77. Gustavo Menezes — WEC — 526,20
76. James Hinchcliffe — Indy — 527,42
75. Thierry Neuville — WRC — 528,99
74. Stéphane Richelmi — WEC — 536,70
73. Bruno Senna — F-E/WEC — 542,02
72. Scott Redding — MotoGP — 548,04
71. Valtteri Bottas — F1 — 551,40
70. Sébastien Bourdais — Indy — 551,69
69. Bradley Smith — MotoGP — 558,24
68. Mikhail Aleshin — Indy — 562,21
67. Nicolas Lapierre — WEC — 563,63
66. Oliver Turvey — F-E — 566,97
65. Hayden Paddon — WRC — 577,34
64. Dani Sordo — WRC — 579,72
63. Sylvain Guintoli — WSBK — 579,99
62. Josef Newgarden — Indy — 587,22
61. René Rast — WEC — 596,53
60. Graham Rahal — Indy — 597,17
59. Jordi Torres — WSBK — 589,09
58. Héctor Barberá — MotoGP — 611,72
57. Pol Espargaró — MotoGP — 614,07
56. Roman Rusinov — WEC — 618,07
55. Davide Giugliano — WSBK — 623,29
54. Nico Hülkenberg — F1 — 625,24
53. Mike Conway — F-E/WEC — 631,78
52. Nicky Hayden — WSBK — 633,59
51. Andreas Mikkelsen — WRC — 648,87

Jonathan Rea faturou a 8ª e a 9ª vitórias dele em Assen (Jonathan Rea)

50. Andrea Iannone — MotoGP — 665,01
49. Romain Grosjean — F1 — 676,16
48. Sergio Pérez — F1 — 677,92
47. Mads Østberg — WRC — 679,48
46. Aleix Espargaró — MotoGP — 688,05
45. Andrea Dovizioso — MotoGP — 692,25
44. Daniil Kvyat — F1 — 716,58
43. Daniel Abt — F-E/WEC — 718,69
42. Maverick Viñales — MotoGP — 724,80
41. Filipe Albuquerque — WEC — 726,23
40. Ricardo González — WEC — 731,30
39. Loïc Duval — F-E/WEC — 741,74
38. Michael van der Mark — WSBK — 748,04
37. Felipe Massa — F1 — 759,09
36. Ryan Hunter-Reay — Indy — 769,04
35. Takuma Sato — Indy — 798,65
34. Nicolas Prost — WEC — 806,52
33. Nick Heidfeld — F-E/WEC — 825,66
32. Kimi Räikkönen — F1 — 842,83
31. Pipo Derani — WEC — 844,98
30. Dani Pedrosa — MotoGP — 851,66
29. Will Power — Indy — 851,93
28. Tony Kanaan — Indy — 869,33
27. Alexandre Imperatori — WEC — 877,42
26. Dominik Kraihamer — WEC — 879,11
25. Sébastien Ogier — WRC — 887,20
24. Tom Sykes — WSBK — 905,05
23. Robin Frijns — F-E — 932,02
22. Chaz Davies — WSBK — 945,89
21. Valentino Rossi — MotoGP — 951,02
20. Daniel Ricciardo — F1 — 952,76
19. Sam Bird — F-E/WEC — 957,17
18. Kamui Kobayashi — WEC — 966,40
17. Sebastian Vettel — F1 — 976,14
16. Stéphane Sarrazin — F-E/WEC — 1021,73
15. Helio Castroneves — Indy — 1031,73
14. Sébastien Buemi — F-E/WEC — 1064,31
13. Lewis Hamilton — F1 — 1090,55
12. Jorge Lorenzo — MotoGP — 1150,78
11. Jonathan Rea — WSBK — 1174,16

10. Juan Pablo Montoya — Indy — 1179,34 pontos (IndyCar)
9. Lucas Di Grassi — F-E/WEC — 1180,15 (Lucas Di Grassi (Foto: Getty Images))
8. Jérôme D’Ambrosio — F-E — 1260,91 (Jérôme D’Ambrosio (Foto: Dragon))
(O Porsche vencedor das 6 Horas de Silverstone (Foto: FIA WEC))

6. Marc Lieb e Romain Dumas — WEC — 1265,05
5. Neel Jani — WEC — 1268,59

O trio do Porsche #2 no Mundial de Endurance comemorou a vitória um pouco mais tarde do que esperava nas 6 Horas de Silverstone, depois da desclassificação do trio principal da Audi. A alta colocação após a primeira etapa indica que a pontuação de cada etapa no WEC é alta, mas lembrem-se: são apenas nove etapas no calendário.

4. Scott Dixon — Indy — 1414,84 (Scott Dixon chegou em segundo em Long Beach (Foto: IndyCar))

Scott Dixon pela primeira vez aparece no top-10 e, a julgar pela regularidade do tetracampeão ao longo da carreira, ainda deve pintar por aqui muitas vezes. Ele é o vice-líder da Indy, principal adversário de Pagenaud no momento.

3. Marc Márquez — MotoGP — 1475,88 (Marc Márquez (Foto: Honda))
2. Nico Rosberg — F1 — 1564,37 (Nico Rosberg comemorando a vitória no GP da China (Foto: Getty Images))

Três vitórias em três GPs, mais de uma corrida de vantagem na tabela… Rosberg vive e já sabe que tem em 2016 uma grande chance de ser campeão. Vai ser a temporada mais longa da história, é verdade, e Lewis Hamilton é um rival fortíssimo. Mas a apresentação do alemão no GP da China, embora ele não tenha sido ameaçado, mostrou como sua forma está de fato ótima neste ano.

1. Simon Pagenaud — Indy — 1649,91 (Pagenaud comemorando a vitória no GP de Long Beach (Foto: IndyCar))

Simon Pagenaud apareceu prometendo demais na Schmidt-Peterson. Venceu corridas e até brigou por título. A mudança para a Penske deveria colocá-lo nesse novo patamar, correto? Sim, deveria. Não foi bem assim em 2015, com o francês ficando só em 11º no campeonato. Mas o bom começo de 2016 mostra como ele foi capaz de sentar, analisar o trabalho do ano passado e evoluir. Ser o líder do campeonato após três etapas é o reflexo.

Confira as versões anteriores do Super Ranking GP:

 

Semana #1 (líder: Lucas Di Grassi)

Semana #2 (líder: Lucas Di Grassi)

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect